PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Final do Carioca ganha peso no Flamengo em meio às críticas a Rogério Ceni

Rogério Ceni orienta Gabigol em partida do Flamengo contra a LDU - Silvia Izquierdo-Pool/Getty Images
Rogério Ceni orienta Gabigol em partida do Flamengo contra a LDU Imagem: Silvia Izquierdo-Pool/Getty Images

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

21/05/2021 04h00

Da reta final da última temporada até aqui, o Flamengo conquistou o Campeonato Brasileiro, a Supercopa do Brasil e disputa a final do Carioca. Mas algumas incertezas rondam a Gávea, o que faz com que o clássico com o Fluminense, amanhã, na decisão do Estadual, ganhe um peso ainda maior.

Apesar dos resultados, o desempenho do time faz com que o técnico Rogério Ceni venha recebendo críticas da torcida — movimento que se repetiu, inclusive, na última quarta-feira, após o empate com a LDU, do Equador, pela Libertadores. O treinador, que encontra dificuldades para cair nas graças das arquibancadas virtuais, tenta superar obstáculos e acertar alguns pontos ainda deficientes no time, como o setor defensivo.

Dentre os placares recentes que despertaram reclamações rubro-negras, está, inclusive, o empate no primeiro duelo com a equipe tricolor, em jogo que os comandados de Roger Machado estiveram até mesmo próximo da virada.

Apesar de a diretoria não demonstrar intenção de mudanças imediatas, sabe-se que a perda do título do Estadual pode ter reflexos, principalmente na Gávea. Isso transparece também na tomada de decisão da instituição ao direcionar olhar mais cuidadoso a esta final, como publicado por Mauro Cezar Pereira em seu blog no UOL Esporte.

O mercado também em pauta

Paralelamente à tensão que novamente cerca Rogério Ceni, há a expectativa pelo caminhar das negociações do Olympique de Marselha por Gerson. O clube francês iniciou a investida sobre o volante na última semana e as tratativas podem ter um fim em breve. Ceni, por sua vez, demonstrou publicamente não querer perder o jogador e ressaltou a importância dele para o elenco. Salientou, contudo, que "não paga as contas" no Rubro-Negro.

O Fla ainda vive a possibilidade de que Everton Ribeiro possa voltar à mira de clubes do Oriente Médio, como aconteceu em janeiro, quando o Al Nassr, dos Emirados Árabes Unidos fez proposta, mas as conversas não se concretizaram. A informação foi publicada, inicialmente, pelo "ge".

O clube rubro-negro nunca escondeu que a pandemia de coronavírus teve consequências consideráveis em suas finanças. Um cenário que faz com a cúpula estude cuidadosamente qualquer proposta endereçada à Gávea. Ao mesmo tempo, Ceni admitiu que conversa com a diretoria pela chegada de reforços.

"Converso com ele [Gerson] todos os dias. Quero muito que ele fique, acho que ele é peça importante. Entendo todas as necessidades que a direção tem, mas desde que chegamos aqui, não tivemos contratações até agora. Então, a manutenção do Gerson é importante se tivermos o desejo de sermos campeões. Agora, não sou eu quem paga as contas, não entro nesse mérito. Minha questão é dentro do campo. No meu interesse, não só a manutenção do Gerson, como a chegada de mais dois ou três jogadores, que estamos debatendo há muito tempo", disse Ceni, após a igualdade com a LDU.

Dúvida por Diego Alves

Um dos líderes do elenco, Diego Alves ainda é presença incerta na final. O goleiro, que se recupera de uma fibrose na coxa direita, trabalhou separadamente durante o treino de ontem (20) e a comissão técnica avalia a utilização no clássico com o Fluminense. Sem o camisa 1, Gabriel Batista tem sido o escolhido para ocupar a vaga sob as traves.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Flamengo, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Amazon Music e YouTube.

Flamengo