PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Colunistas: O jogo mais fácil e a maior pedreira dos brasileiros na Liberta

Inter de Miguel Ángel Ramírez tem pedreira na quinta: encara o Olimpia, no Paraguai - Ricardo Duarte/Internacional
Inter de Miguel Ángel Ramírez tem pedreira na quinta: encara o Olimpia, no Paraguai Imagem: Ricardo Duarte/Internacional

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

18/05/2021 12h23

Resumo da notícia

  • Colunistas dizem qual brasileiro tem jogo mais fácil e qual tem maior pedreira na Liberta
  • Julio Gomes: "A maior pedreira, disparado, é a do Internacional. Até pelo contexto"
  • Marcel Rizzo: "Santos encara adversário mais fraco, mas tem efeito altitude que equilibra"
  • Milton: "Santos e Inter terão pedreiraças. Tanto pelos rivais quanto pelo risco de queda"
  • "São Paulo, mesmo jogando em casa, tem adversário mais complicado", analisa Rodolfo
Classificação e Jogos

Os sete times brasileiros presentes na Copa Libertadores voltam nesta semana a entrar em campo pela competição, pela quinta rodada da fase de grupos. Quatro deles jogam hoje (18): Palmeiras x Defensa y Justicia e The Strongest x Santos, às 19h15 (de Brasília), e Fluminense x Junior Barranquilla e São Paulo x Racing, às 21h30.

Flamengo e Atlético-MG jogam amanhã (18), às 21h, contra LDU (Maracanã) e Cerro Porteño (no Paraguai), respectivamente, enquanto o Inter fecha a jornada dos brasileiros na quinta (20), quando visita o Olimpia, às 21h.

Dentre eles, qual tem o jogo mais fácil? E qual tem a maior pedreira? Fizemos essas perguntas aos colunistas do UOL Esporte. Confira as respostas:

Agora os níveis de dificuldade dos jogos terão relação direta com as situações dos times nos grupos. Sendo assim, o mais complicado parece ser o Santos contra o Strongest, obrigado a vencer na altitude. O mais tranquilo será o do Palmeiras, provavelmente reserva e já com o primeiro lugar garantido, contra o Defensa.
ANDRÉ ROCHA

Em função da dificuldade criada pelos clubes dentro da Libertadores na busca por classificação, Olímpia x Inter e Strongest x Santos se tornaram os desafios mais complicados dos times brasileiros.
ANDREI KAMPFF

Teoricamente, o São Paulo e o Palmeiras teriam os jogos mais tranquilos. Mas mandarão reservas a campo, o que muda tudo. Ninguém vencerá com tranquilidade. A maior pedreira, disparado, é a do Inter. Até pelo contexto. Se perder, possivelmente acabará eliminado da Libertadores.
JULIO GOMES

O Santos encara o adversário mais fraco, o The Strongest, mas tem o efeito altitude que equilibra o confronto. Nos outros jogos vejo o Fluminense bem favorito contra o Junior Barranquilla. Inter e Atlético-MG terão os jogos mais difíceis fora contra Olimpia e Cerro Porteño fora, respectivamente.
MARCEL RIZZO

Os mais duros são Olímpia x Inter e Strongest x Santos. São jogos que podem decidir a vaga. Inter, Olímpia, Always Ready e Tachira tem os mesmos seis pontos. O Santos tem seis, como o Boca. Estão atrás do Barcelona, com nove. E vai jogar na altitude. O mais fácil me parece ser o do Palmeiras 100% contra o Defensa y Justicia. Da até para poupar jogadores para a final do Paulista.
MENON

Santos e Inter terão pedreiraças. Tanto pelos rivais quanto pelo risco de eliminação da Libertadores. E é bem difícil apontar alguém que terá vida fácil. Mas podemos dizer que os já classificados (Atlético-MG e Palmeiras) jogarão sem peso nesta semana.
MILTON NEVES

Jogo mais duro tem o Inter contra o Olimpia. É fora de casa e num grupo extremamente equilibrado. Perder pontos é proibido. O mais suave, em tese, é o do Palmeiras, em casa, contra o Defensa y Justiça. Além de melhor, o time de Abel Ferreira tem a tranquilidade de liderar o grupo com folga.
PERRONE

Teoricamente Palmeiras, Fluminense e Flamengo têm os jogos mais tranquilos por jogarem em casa. Mas a maratona de jogos e proximidade das finais dos estaduais podem atrapalhar. O São Paulo, mesmo jogando em casa, tem o adversário mais complicado. O Racing tem um bom time e briga com o tricolor pelo primeiro lugar do grupo. Já Santos tem o adversário mais fraco (The Strongest), mas joga na altitude. Por outro lado, Inter e Atlético-MG, terão adversários duros no Paraguai (Olimpia e Cerro Porteño respectivamente), mas têm totais condições de voltarem com pelo menos um empate de lá.
RODOLFO RODRIGUES

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL