PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2021

Ofensividade e maturidade: esquema com três zagueiros muda o Corinthians

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

12/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

Os últimos dez dias marcaram uma novidade no Corinthians: o esquema com três zagueiros. Escalado com João Victor, Jemerson e Raul Gustavo na defesa, o Alvinegro tem apresentado um futebol mais vistoso em campo e sido mais efetivo no ataque, com nove gols em três partidas. Nas palavras do técnico Vagner Mancini, o novo sistema tático contribuiu para a melhora individual de alguns nomes do elenco.

"O balanço é que evoluímos muito como equipe, muito no sistema tático. Esse sistema dá a possibilidade de, individualmente, as peças melhorarem. Os atletas estão dando ao sistema tático a força necessária. O que acabou sendo fundamental: a mudança do sistema ou a individualidade dos atletas? Eu sou um cara que cobra muito a melhora individual do jogador. Algumas peças acabaram evoluindo e maturando rapidamente", argumentou Mancini ao ser instigado a fazer uma análise sobre sua nova tática.

Embora o treinador não tenha citado os atletas que passaram a render mais no novo sistema, a referência se encaixa em nomes como Lucas Piton, João Victor, Raul Gustavo e Luan. Este último, por exemplo, deixou o banco de reservas para ensaiar um protagonismo ainda não visto com a camisa do Corinthians. Nos três jogos com o novo esquema, o camisa 7 marcou duas vezes contra o Sport Huancayo, uma contra o São Paulo, e deu uma assistência na goleada diante da Inter de Limeira.

É justamente no aspecto ofensivo que a formação com três zagueiros tem demonstrado melhores resultados. Em 15 partidas no 4-2-3-1, o Corinthians havia marcado 19 gols na temporada 2021 (média de 1,2 gols por jogo). Já no atual sistema, com Fagner e Piton atuando como pontas, o Timão fez nove gols em três partidas (média de 3 gols por jogo).

Em termos de aproveitamento, os números são praticamente os mesmos. Na antiga formação, o Corinthians conquistou 64% dos pontos disputados. Com a nova formação, há uma ligeira melhora: 67%. Mais do que isso, a equipe conseguiu ser mais competitiva e superou desafios importantes - como o Majestoso na Neo Química Arena, no dia 2 de abril, e o mata-mata com a Inter de Limeira pelo Paulistão.

"Vejo que a equipe melhorou por conta do sistema de jogo, mas também pela individualidade de seus jogadores. O Corinthians hoje é uma equipe mais competitiva, que marca melhor e isso tem sido fundamental", avaliou Mancini voltando a elogiar a melhora de alguns nomes do elenco.

A mudança acontece em um momento chave para o Corinthians nesta temporada. Isto porque a estreia do sistema com três zagueiros aconteceu no clássico com o São Paulo, um dia depois de um grupo de torcedores protestarem na porta do CT Joaquim Grava. Naquela ocasião, Mancini balançava no cargo e poderia deixar o clube em caso de derrota no Majestoso.