PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2021

Mancini enaltece trabalho no Corinthians: 'Sempre foi candidato ao título'

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

11/05/2021 19h54

Classificação e Jogos

Classificado às semifinais do Campeonato Paulista, o Corinthians está a três jogos de conquistar mais uma edição do título estadual. A possibilidade de título, embora seja vista como improvável para alguns, é algo que sempre esteve no radar do clube do Parque São Jorge. Pelo menos é o que afirmou o técnico Vagner Mancini após a goleada diante da Inter de Limeira na Neo Química Arena.

"Sempre vi o Corinthians como um dos candidatos. Muita gente julgou diferente, eu respeito a opinião de cada um. Ao mesmo tempo em que eu respeito, eu tenho a minha opinião. Sempre vislumbrei que tínhamos condições de chegar, mesmo com críticas e elogios. O mais importante é você ter um planejamento. Falei isso lá atrás, como os casos seguidos de covid, as viagens para fora de São Paulo, a equipe teve um desequilíbrio, mas se recuperou e voltou a jogar bem", afirmou o comandante do Timão, relembrando a jornada da equipe até a conquista da vaga para a semifinal do Paulistão.

"O Corinthians está em crescimento, ainda são necessários ajustes. Sempre é necessário. Acho que estamos no caminho certo, tem muita coisa a ser melhorada, não acho que o Corinthians esteja pronto, mas é importante ter essa reflexão sobre o que precisa ser melhorado. Vejo o Corinthians com os pés no chão e andando no caminho certo", reiterou Mancini.

Com a vitória de hoje (11), por 4 a 1, o Corinthians garantiu a vaga na próxima fase do Campeonato Paulista e também o direito de decidir um lugar na decisão do estadual na Neo Química Arena. Atualmente, o Timão é o dono da melhor campanha geral da competição e não pode ser alcançado pelo Red Bull Bragantino, apenas pelo São Paulo.

Sendo assim, o Alvinegro aguarda as outras partidas das quartas de finais para conhecer o seu adversário no próximo mata-mata. O Corinthians decide uma vaga na final do Paulistão no próximo domingo (16). Antes disso, no entanto, a equipe vai até o Uruguai onde mede forças com o Peñarol pela 4ª rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. O jogo em em Montevidéu acontece na quinta (13), às 21h30 (horário de Brasília).

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Vagner Mancini:

Sobre gols de jogadores de defesa

"Isso mostra que o Corinthians tem um time equilibrado. É importante quando as individualidades aparecem. No jogo de hoje nós tivemos os quatro gols sendo marcados pelos defensores. Alguns foram de bola parada, o que é importante de um jogo. Isso é uma evolução, o crescimento de uma equipe que está jogando melhor, com uma entonação de quem quer realmente chegar. Ainda é muito cedo, nós sabemos, mas é importante quando você vê sua equipe jogando bem com os laterais e zagueiros aparecendo e ajudando a construir essa vitória".

Sobre a atuação de Jemerson e a renovação de contrato

"O Jemerson fez um grande jogo, fez dois gols e foi decisivo. Isso só engrossa aquilo que todos nós pensamos dele e, por isso, que está jogando. Todos sabem a importância do Jemerson. Se um atleta tem um ano de contrato por que eu vou usá-lo durante oito ou nove meses? Eu vou utilizá-lo até o fim. Todos nós sabemos o valor do Jemerson, o porquê dele estar jogando bem. Há um trabalho muito forte de todos os jogadores, há uma competitividade alta e o Jemerson - assim como todos os outros jogadores - sabe o que é necessário fazer para buscar um lugar no time. Quando você chega no time, você não pode deixar cair. A camisa do Corinthians exige isso".

O Piton pode ser considerado o titular da lateral do Corinthians?

"Sinceramente, eu não sei qual é a equipe titular do Corinthians. Hoje tenho vários atletas em condições de entrar e jogar. É importante dizer que em uma semana como essa vamos ter que fazer opções. O Fábio é um atleta diferenciado, é um líder, é um cara de uma inteligência acima e tem nos ajudado bastante. Entendeu a situação e tem conversado com o Piton. É importante que você tenha esse apoio. Os atletas entenderam o quanto que seria importante que a equipe evoluísse em termos táticos, de sistema de jogo. Hoje, temos atletas jogando muito bem. A competitividade apenas faz bem ao Corinthians".

O Corinthians cumpriu a missão no Campeonato Paulista?

"Missão cumprida, não. O Corinthians vem desde o início do Campeonato Paulista somando pontos importantes para fazer, por exemplo, o jogo das quartas de final em casa. É importante quando você vislumbra alguma coisa dentro do campeonato que você faça por merecer. O Corinthians somou pontos importantes no começo e, felizmente, passamos da Inter de Limeira e estamos na semifinal. A grandeza do clube pede mais e sabemos que podemos mais. Vamos com os pés no chão, mas tendo a certeza de que evoluímos bastante no último mês. A partir do momento em que a gente vê uma equipe mudando o sistema e se adaptando rapidamente, isso acabou casando de forma interessante".

Sobre a formação titular para o jogo de quinta-feira, contra o Peñarol, pela Copa Sul-Americana

"Não tenho como falar. Há pensamentos sobre a partida, é um jogo importante para nós, vamos encarar da maneira mais eficaz possível. Mas hoje, ainda com a cabeça no jogo com a Inter de Limeira, fica difícil falar sobre isso".

Análise sobre o sistema com três zagueiros

"O balanço é que evoluímos muito como equipe, muito no sistema tático. Esse sistema tático dá a possibilidade de, individualmente, as peças melhorarem. Os atletas estão dando ao sistema tático a força necessária. O que que acabou sendo fundamental: a mudança do sistema tático ou a individualidade dos atletas? Eu sou um cara que cobro muito a melhora individual do jogador. Algumas peças acabaram evoluindo e maturando rapidamente. Esse é um trabalho que não é de hoje, nós temos conversado com os mais jovens e eu tenho citado aqui o fato de o Fábio, do Gil e do Jô estarem sempre próximo deles. É uma possibilidade de uma integração maior, eu vejo que a equipe melhorou por conta do sistema de jogo, mas também pela individualidade de seus jogadores. O Corinthians hoje é uma equipe mais competitiva, que marca melhor e isso tem sido fundamental".

Sobre semana decisiva

"Essa é a semana mais gostosa do Corinthians. Nós sabemos que o que muda na nossa vida são as partidas, as conquistas, os títulos. É duro quando você tem um jogo de domingo e volta a jogar só no outro domingo. Quando ganha você passa uma semana bacana, quando perde é uma semana difícil. Nós que temos uma vida dentro futebol é importante jogar. A pandemia acabou potencializando isso, mas é importante quando você tem decisões. Acho importante entender o momento do futebol e, para isso, temos que respeitar cada atleta. É usar isso a nosso favor. Temos mais mãos tentando ajudar. Desde que você tenha um ambiente bacana e saudável, você pode tirar das pessoas algo a mais que tem sido fundamental neste momento".