PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Chelsea vence o Real Madrid e vai enfrentar o City na final da Champions

Do UOL, em São Paulo

05/05/2021 17h53

Classificação e Jogos

O Chelsea está de volta à final da Liga dos Campeões após nove anos. O time inglês venceu o Real Madrid por 2 a 0 na tarde de hoje, no Stamford Bridge, e garantiu vaga para a decisão contra o Manchester City, que superou o PSG na última terça-feira. Timo Werner e Mason Mount anotaram os gols da vitória.

Após o empate por 1 a 1 no jogo de ida, as equipes entraram em campo com cenário indefinido. O Chelsea, que já tinha a vantagem do empate sem gols, ficou em situação ainda melhor ao abrir o placar, aos 27 minutos do primeiro tempo, com Werner. Na reta final, Mount definiu o placar. O brasileiro Vinicius Jr., que jogou na ponta direita, teve uma atuação apagada, não criou jogadas de perigo para o time espanhol e acabou substituído no segundo tempo. Já o belga Eden Hazard, um dos principais nomes do Real, decepcionou e não produziu no ataque.

Será a terceira vez do Chelsea na final da Champions. A última vez havia sido na temporada 2011-12, quando sagrou-se campeão. Antes disso, a equipe ficou com o vice na edição de 2007-08.

A final da Liga dos Campeões está marcada para o dia 29 de maio, em Istambul, na Turquia.

Werner vai de vilão a herói

Se na semana passada Timo Werner foi criticado por desperdiçar uma chance que poderia ter dado a vantagem para o Chelsea, na tarde de hoje a história foi diferente. Bastante participativo, o atacante mostrou oportunismo para marcar o gol que abriu o placar para a vitória do time inglês. Aos 27 minutos, Kanté fez bela jogada na entrada da área e acionou Havertz, que mandou de cavadinha no travessão. Foi aí que Werner apareceu para aproveitar o rebote e completar de cabeça para o gol.

Antes disso, Werner já havia chegado perto de se redimir. Aos 17 minutos, ele conseguiu a balançar a rede, mas o lance foi anulado após a arbitragem apontar posição irregular do jogador. O alemão deixou o campo aos 21 minutos do segundo tempo para e entrada de Pulisic.

Mount define o placar no fim

É bem verdade que o Chelsea poderia ter definido o placar antes, mas a classificação foi confirmada perto do apito final. Aos 39 minutos do segundo tempo, Kanté roubou a bola no campo de ataque e encontrou Pulisic dentro da área. Ele esperou a chegada de Mount e rolou para o meia completar com o gol vazio.

Kanté brilha e comanda vitória

Werner e Mount balançaram as redes na vitória, mas foi N'Golo Kanté quem roubou a cena nesta tarde. O francês teve ótima atuação e participou diretamente da criação dos dois gols. Mais do que isso. Defensivamente, o volante teve desempenho impecável e levou a melhor diante de um meio-campo do Real pouquíssimo inspirado sob o comando de Eden Hazard, que deixou o campo no fim com pouco brilho.

TEXTO PADRÃO COM CÓDIGO EMBED DE VÍDEO PARA EMBEDAR NAS NOTAS DE CHAMPIONS

Como Neymar ligou chance de ser melhor do mundo à Champions League

Você acha que Neymar vai conquistar, um dia, o título de melhor do mundo? A possibilidade existe, mas existe uma coisa no caminho: a Liga dos Campeões. O UOL Esporte Explica, com Domitila Becker, explica como a saída do Barcelona ligou, obrigatoriamente, a conquista da Champions a uma coroação do brasileiro como melhor do planeta. Veja:

Outros capítulos de UOL Esporte Explica: