PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Cabo diz que Vasco teve 'tempos distintos' e elogia entrada de jovens

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/04/2021 19h12

O técnico Marcelo Cabo avaliou que o Vasco apresentou "dois tempos muito distintos" na vitória por 3 a 1 sobre o Resende, pelo Campeonato Carioca, hoje (24). O treinador celebrou ainda a marca atingida pelo argentino Germán Cano, que se tornou o maior artilheiro estrangeiro do Cruz-Maltino no século XXI, e elogiou as atuações de alguns jovens que entraram no decorrer do jogo.

O Vasco entrou em campo já sem chances de classificação à semifinal do Estadual. Com o triunfo, a equipe de São Januário assegurou vaga na Taça Rio, que será disputada entre as equipes que ficarem da quinta à oitava colocação.

"Entramos muito desconcentrados, tínhamos avisado na preleção. Tivemos dois tempos muito distintos. Um primeiro muito aquém e um segundo muito bom. Tivemos um intervalo muito bom, ajustamos muitas coisas, mas temos de dar mérito ao Resende pelo primeiro tempo. Foi muito bem, nos surpreendeu com uma marcação alta, bem encaixada. Nos trouxeram muita dificuldade. Com essa surpresa, só podemos consertar no intervalo, fiquei satisfeito com o segundo tempo do Vasco", disse.

O treinador cruz-maltino se mostrou feliz por Cano, que chegou a 29 gols e se tornou o maior artilheiro estrangeiro do século XXI do clube da Colina. Ele ressaltou ainda que o estilo de jogo que busca implementar pode ajudar o atacante a aumentar ainda mais o número de gols:

"Fico muito feliz de ele atingir essa marca porque é um profissional que vem trabalhando bastante, se doando bastante, se preparando muito bem. A nossa proposta de jogo faz a bola chegar muitas vezes. Ele fez dois gols e isso é muito importante. Cano merece muito, tem uma média de gols muito boa na temporada e a tendência é que a gente propicie isso a ele".

Com alguns integrantes do elenco de folga, o Vasco utilizou alguns nomes mais jovens nesta partida, como Figueiredo, João Pedro, Caio Eduardo, Riquelme e Arhtur.

"Também quero ressaltar a entrada dos jovens do Vasco. O Caio entrou e, em 20 minutos, mostrou porque nós o trouxemos da base, colocamos para jogar em um jogo dificílimo e ele nos deu confiança. Fez uma excelente partida. Ressaltar também a estreia do Arthur, a entrada do Riquelme, do João Pedro... É a oportunidade que a gente tem para dar essa sequência ao pessoal da base. Fico muito feliz pela estreia deles", apontou.

"Às vezes os reforços estão dentro do próprio Vasco. A gente já tinha subido o Caio uma vez, depois voltou para a base, deu continuidade. Hoje eu só tinha os dois volantes que iam iniciar o jogo, e trouxe o Caio. Ele já tinha demonstrado nos treinamentos, e hoje o que ele apresentou no jogo... A gente tem buscado essas soluções dentro do Vasco e tem potencializado esses meninos", completou.

Vasco