PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2021

Vasco vence Resende com dois gols de Cano, que chega à marca histórica

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/04/2021 17h57

Classificação e Jogos

O Vasco venceu o Resende por 3 a 1, na tarde de hoje (24), em São Januário, na última rodada da Taça Guanabara, primeira fase do Campeonato Carioca. Com o resultado, a equipe cruz-maltina chegou aos 17 pontos e garantiu vaga na Taça Rio, que será disputada entre os times que ficarem da quinta à oitava colocação.

O triunfo foi construído com gols de Bruno Gomes e German Cano que, ao balançar a rede duas vezes alcançou marca histórica com a camisa do clube da Colina: ele se tornou o estrangeiro com o maior número de gols pelo clube no século. Paulo Victor fez para o Resende.

O Resende teve o jornalista Lucas Strabko, conhecido como Cartolouco, no banco de reservas, mas ele não entrou no decorrer do duelo.

Início com chances

A partida em São Januário começou animada e com chances para ambos os lados. O Resende, inclusive, foi o primeiro a assustar, após finalização de Mateus Bastos que obrigou Vanderlei a fazer boa defesa. Pouco depois, Andrey carimbou a trave.

'Aulas, cria'

Após a parada técnica, o Vasco voltou melhor na partida. O placar foi aberto, ainda no primeiro tempo, por Bruno Gomes, cria da base do Cruz-Maltino. O volante aproveitou bobeada na saída de bola do Resende, dominou e soltou uma bomba.

No travessão

A equipe do técnico Marcelo Cabo quase ampliou com Léo Jabá, já na reta final do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Castan achou Morato, que finalizou. A bola desviou e sobrou para Jabá, que mandou no travessão.

Novamente a bola parada

Nos acréscimos, o Resende chegou ao empate. Depois de cobrança de escanteio, a bola foi desviada na primeira trave e ninguém fez o corte. Nas costas da defesa, Paulo Victor mandou para a rede.

Faz o 'L'

O Vasco voltou melhor para o segundo tempo e não demorou a criar chances. As duas primeiras em jogadas de Léo Jabá, que, primeiramente, serviu Morato e, posteriormente, Figueiredo. O segundo gol cruz-maltino aconteceu depois de cruzamento de Andrey que Cano completou.

Reclamações

Pouco depois, Cano teve chance de balançar a rede novamente. Após receber na área, ele cortou Joanderson, que entrou de carrinho, e bateu para a defesa de Jefferson Luis. No lance, porém, o zagueiro do Resende tocou com a mão na bola, o que gerou muita reclamação dos vascaínos. Vale ressaltar que, nesta fase da competição, não há o auxílio do árbitro de vídeo.

Marca histórica

Quando o jogo caminhava para o fim, Cano mais um. Com o gol, ele chegou a 29 gols com a camisa do Vasco e alcançou uma marca histórica. Ele se tornou o maior artilheiro estrangeiro no século 21 do Cruz-Maltino. Até então, este patamar era de Petkovic, que tem 28. O sérvio teve duas passagens por São Januário, entre 2002 e 2004.

Cartolouco no banco

Inscrito pelo Resende no Campeonato Carioca, o jornalista Lucas Strabko, conhecido como Cartolouco, foi para uma partida pela primeira vez como jogador. Ele ficou no banco de reservas.

Cartolouco conversa com Sandro Sargentim, técnico do Resende, durante a partida contra o Vasco - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Cartolouco chegou a ser relacionado para o confronto com o Flamengo, mas acabou cortado da lista antes de a bola rolar. Ele criou websérie para mostrar a realidade de diversas profissões do mundo da bola e foi anunciado pelo Resende no início de março.

FICHA TÉCNICA
RESENDE 1 X 3 VASCO

Competição: Taça Guanabara, Campeonato Carioca
Data: 24 de abril de 2021, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Daniel de Oliveira Alves Pereira e Gustavo Mota Correia
Cartões amarelos: João Felipe, Joanderson (RES); Léo Matos (VAS)
Cartão vermelho: -
Gols: Bruno Gomes, do Vasco, aos 26'/1ºT; Paulo Victor, do Resende, aos 46'/1ºT; Cano, do Vasco, aos 9'/2ºT e aos 35'/2ºT

Resende: Jefferson Luis, Flávio Meneses (Gabriel Justino), Marcão (Bismarck) e Joanderson; Kaique, João Felipe, Paulo Victor (Brendon) e Derli, Mateus Bastos (Henrique Halls), Igor, Jefferson Ruan (Gabriel Peixoto). Técnico: Sandro Sargentim

Vasco: Vanderlei, Léo Matos (Riquelme), Ricardo, Leandro Castan e Zeca; Andrey, Bruno Gomes (Caio Eduardo), Laranjeira (Figueiredo); Léo Jabá (Arthur), Morato (João Pedro) e Cano. Técnico: Marcelo Cabo