PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2021

Corinthians faz partida sem brilho, mas derrota o Mirassol no RJ

Fagner durante a partida entre Corinthians e Mirassol, em Volta Redonda, pelo Campeonato Paulista - Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Fagner durante a partida entre Corinthians e Mirassol, em Volta Redonda, pelo Campeonato Paulista Imagem: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/03/2021 23h05

Classificação e Jogos

O Corinthians manteve a invencibilidade no Campeonato Paulista após cinco rodadas. Na primeira partida da história da competição realizada fora dos limites do Estado de São Paulo, o Timão bateu o Mirassol, por 1 a 0, no estádio Raulino de Oliveira, no Rio de Janeiro. O Alvinegro voltou a apresentar um futebol razoável, mas o gol de Gustavo Mosquito e a atuação individual do goleiro Cássio garantiram a vitória ao time comandado por Vagner Mancini.

O Mirassol conseguiu ser mais perigoso durante os 90 minutos (20 finalizações contra 13 do Corinthians), mas não conseguiu marcar. Quase nos acréscimos do segundo tempo, a equipe do interior teve um pênalti a seu favor, mas o meia Fabrício parou nas mãos de Cássio. Mesmo sem ter uma grande atuação, o Timão venceu mais uma no estadual —a terceira seguida.

Na sequência da temporada, a delegação do Corinthians deixa a cidade de Volta Redonda e viaja para a Região dos Lagos, também no Estado do Rio de Janeiro, para jogar pela Copa do Brasil. Na sexta (26), o Timão encara o Retrô-PE em Bacaxá, distrito de Saquarema. O Mirassol ainda não tem jogos agendados por causa do decreto do governador João Doria proibindo a realização de jogos no estado de São Paulo.

Polêmica

A realização da partida entre Mirassol e Corinthians, em Volta Redonda, foi cercada de polêmica. Na manhã de ontem (22), após reunião com os clubes da Série A1 do Paulistão, a FPF (Federação Paulista de Futebol) avisou que respeitaria o decreto do Governo do Estado de São Paulo pela interrupção das partidas de futebol. Horas depois, a entidade agendou o jogo no Estado do Rio de Janeiro e as duas equipes se movimentaram para realizar a viagem a tempo.

Mirassol pressiona

O começo do primeiro tempo foi todo do Mirassol. A equipe do interior paulista teve cinco boas chances de gol nos 20 primeiros minutos, mas viu Pedro Lucas (duas vezes), Diego Gonçalves, Cássio Gabriel e Fabrício desperdiçarem as oportunidades criadas —todas praticamente frente a frente com o goleiro Cássio.

Quem não faz, toma

O Mirassol foi superior na primeira metade da etapa inicial, mas quem fez o gol e saiu na frente foi o Corinthians. Em uma escapada de Fagner pela direita, o lateral cruzou rasteiro, nas costas da zaga adversária, e encontrou Gustavo Mosquito em condições de finalizar. O atacante chapou a bola, rasteira, e venceu o goleiro Alex Muralha. O VAR ainda checou uma possível irregularidade, mas validou o gol do Timão.

Minuto de silêncio questionado

Por recomendação da FPF, o árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo paralisou o jogo no 22º minuto do primeiro tempo em respeito às vítimas da pandemia. A ação foi muito criticada nas redes sociais, já que a Federação agendou a partida às pressas no Estado do Rio de Janeiro.

Lá e cá

O segundo tempo foi marcado pelo equilíbrio, com os dois times tendo espaço para atacar e chegando com perigo. A grande chance do Corinthians na etapa final foi com o volante Ramiro. O meio-campista recebeu passe na entrada da área e soltou o pé em direção ao gol adversário. A bola explodiu no travessão e o goleiro Alex Muralha apenas observou o lance de perigo.

O Mirassol também teve boas oportunidades nos 45 minutos finais. Mesmo com um ritmo desacelerado em relação ao primeiro tempo, a equipe do interior assustou Cássio em dois momentos. O primeiro com Rodolfo, aproveitando bola mal afastada pela defesa do Timão, e depois com Ernandes —em lance marcado por reclamação de pênalti.

Cássio salva o Corinthians

O Mirassol tentou, tentou e tentou tanto furar a defesa do Corinthians que aos 45 minutos do segundo tempo conseguiu um pênalti. Em jogada pela direita de Lucas Silva, o lateral Fábio Santos foi dar o carrinho, abriu demais o braço e interceptou a bola com a mão. O árbitro marcou a penalidade, mas o meia Rodolfo bateu à meia altura e a bola parou nas mãos do goleiro Cássio.

Situação na tabela

O Corinthians manteve a invencibilidade no Campeonato Paulista. Agora são três vitórias e dois empates, e a consequente liderança isolada do Grupo A com 11 pontos ganhos. O Santo André, vice-líder com um jogo a menos, tem cinco pontos na tabela de classificação. O Mirassol permanece na ponta do Grupo C, com oito pontos, mas pode ser alcançado pelo Guarani, segundo colocado, com cinco pontos somados.

FICHA TÉCNICA:

MIRASSOL 0 x 1 CORINTHIANS

Competição: Campeonato Paulista - 5ª rodada

Data: 23/03/2021 (terça-feira)

Horário: 21h (de Brasília)

Local: estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Assistentes: Daniel Luiz Marques (SP) e Luiz Roberto Andrini (SP)

VAR: Luiz Flávio de Oliveira (SP)

Cartões amarelos: Jemerson e Cauê (Corinthians)

Cartões vermelhos: -

Gols: Gustavo Mosquito, aos 24'/1ºT (0-1)

MIRASSOL: Alex Muralha; Daniel Borges, Boza, Reniê (Carlão) e Moraes; Luís Oyama, Neto Moura (Rodolfo) e Cássio Gabriel (Rafinha); Fabrício, Pedro Lucas (Ernandes) e Diego Gonçalves (Lucas Silva). Técnico: Eduardo Baptista.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Bruno Méndez), Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Ramiro (Camacho); Gustavo Mosquito (Léo Natel), Otero e Rodrigo Varanda (Cazares); Jô (Cauê). Técnico: Vagner Mancini