PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Contratado há 5 meses, Léo Gil encaminha saída do Vasco; veja a 'barca'

Léo Gil caiu de rendimento na reta final do Brasileiro e acabou ficando marcado no rebaixamento do Vasco - Thiago Ribeiro/AGIF
Léo Gil caiu de rendimento na reta final do Brasileiro e acabou ficando marcado no rebaixamento do Vasco Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/03/2021 22h00

Classificação e Jogos

O Vasco segue seu processo de reformulação do elenco e, ao que tudo indica, a barca de dispensados que irá zarpar de São Januário será grande. Outro que encaminha sua saída é o volante Léo Gil, de 29 anos, que chegou ao clube em outubro passado.

Seu contrato atual de empréstimo vai até 30 de junho. Os direitos econômicos do atleta pertencem ao Al-Ittihad, da Arábia Saudita, mas a tendência é a de que não retorne ao clube. A informação inicial do provável litígio do volante foi dada pelo "TYC Sports" e confirmada pelo UOL Esporte.

A imprensa chilena especula sua transferência para o Colo-Colo, e o jogador que é argentino naturalizado chileno chegou a declarar que "seria uma honra" defender El Cacique.

Às pessoas próximas, Léo Gil já dá como certa a saída do Vasco, aguardando apenas o processo burocrático de rescisão contratual para dar prosseguimento à sua carreira.

Contratado com as credenciais de um jogador de boa bola parada e polivalente, que poderia atuar tanto como volante quanto como meia, ele até iniciou sua passagem por São Januário bem, tornando-se um homem de confiança do ex-técnico Ricardo Sá Pinto. No entanto, teve uma brusca queda de rendimento e acabou sendo um dos mais criticados na reta final do Campeonato Brasileiro, que culminou no rebaixamento do Vasco à Série B.

Léo Gil ficou marcado, principalmente, na derrota para o Internacional por 2 a 0, na antepenúltima rodada, quando "desistiu" da jogada no segundo gol colorado e ficou parado, observando a troca de passes do adversário até balançar a rede.

No total, o volante disputou 23 partidas e não fez nenhum gol.

Marcelo Alves, Torres, Neto Borges, Castan...

Léo Gil é apenas um dos muitos jogadores que deverão deixar o Vasco. O atacante colombiano Gustavo Torres e o lateral esquerdo Neto Borges, por exemplo, deverão seguir o mesmo caminho.

Capitão da equipe nas últimas temporadas, Leandro Castan também não deverá continuar. Há um consenso de que o ciclo do experiente defensor chegou ao fim no clube.

O também zagueiro Marcelo Alves, que estava emprestado pelo Madureira, ficou próximo de renovar. O técnico Marcelo Cabo, no entanto, preferiu não contar com ele.

As situações de Fernando Miguel, Werley, Carlinhos e de alguns jovens também estão sendo analisadas, seja para rescisão, empréstimo ou para servirem como moedas de troca.

A caminho do Vitória, Catatau se despede

Outro que já definiu sua saída do Vasco foi Ygor Catatau, que havia chegado junto com Marcelo Alves. O atacante está bem próximo de ser anunciado pelo Vitória e fez uma postagem em seu Instagram se despedindo do Cruz-Maltino.

Vasco