PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Com sub-20, Vasco estreia com derrota para Portuguesa no Carioca

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/03/2021 22h57

Classificação e Jogos

Atuando com uma equipe formada por jogadores sub-20, o Vasco não estreou bem no Campeonato Carioca e perdeu para a Portuguesa (RJ) por 1 a 0 - com gol de Dilsinho - em São Januário (RJ).

Apesar de ter sido apresentado ontem (2), o técnico Marcelo Cabo não comandou a equipe. À beira do campo ficou o técnico do sub-20, Diogo Siston.

O Vasco manterá o elenco sub-20 para a segunda rodada, quando o time visita o Volta Redonda, na "Cidade do Aço", neste sábado (6). O elenco principal será preparado para a estreia na Copa do Brasil contra a Caldense (MG), no próximo dia 18.

O melhor - Gabriel Pec mantém boa fase

Um dos poucos destaques do Vasco na reta final do Campeonato Brasileiro, o jovem Gabriel Pec foi o jogador mais perigoso da equipe, com muita velocidade e habilidade pelas pontas ofensivas. O atacante se firmado cada vez mais no profissional.

O pior - Lucas Santos tímido

Escalado para ser o organizador das jogadas do Vasco, Lucas Santos não conseguiu dar sequência às jogadas. O jovem meia vem tendo muitas dificuldades como profissional.

Dilsinho abre o placar para a Lusa

Após escanteio cobrado por Chay, Dilsinho aproveitou a falha de posicionamento da defesa do Vasco e, de cabeça, abriu o placar para a Portuguesa (RJ).

Perfil do Cariocão brinca com cantor de pagode

O perfil oficial do Campeonato Carioca no Twitter, que está remodelado, brincou com o gol marcado por Dilsinho e citou o cantor de pagode que leva o mesmo nome e que, curiosamente, é vascaíno e é oriundo da Ilha do Governador, bairro carioca que abriga a Portuguesa:

Vasco não se encontra no primeiro tempo

Dilsinho jogador do Portuguesa comemora seu gol durante partida contra o Vasco no estadio Sao Manuário pelo campeonato Carioca - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Zagueiro Dilsinho comemora seu gol marcado a favor da Portuguesa sobre o Vasco da Gama
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Os garotos do Vasco não conseguiram se encontrar em campo no primeiro tempo. Os meias Juninho, Caio Lopes e Lucas Santos não fizeram o jogo fluir e a equipe criou pouco. A melhor chance foi já no fim da etapa final, com uma chegada pela linha de fundo de Cayo Tenório.

Time melhora com saída de "profissionais"

Embora sejam sub-20, o Vasco contou com 11 jogadores que já estavam integrados ao profissional e iniciou a partida com a maioria deles. Curiosamente, porém, a equipe melhorou bastante no segundo tempo, quando justamente três deles foram substituídos: Lucas Santos, Tiago Reis e Vinícius, que deram lugar a Laranjeira, Galarza e Figueiredo.

Vale lembrar que a equipe sub-20 conquistou, na última temporada, a Copa do Brasil, a Supercopa do Brasil e o Campeonato Carioca de sua categoria.

Marcelo Cabo marca presença em São Januário

Apresentado oficialmente ontem (2), o técnico Marcelo Cabo acompanhou a partida da tribuna de São Januário ao lado de sua comissão técnica e do diretor-executivo de futebol, Alexandre Pássaro. Antes da partida, participou do pré-jogo na Vasco TV ao lado dos convidados Roberto Dinamite e Felipe Maestro, recebendo votos de boa sorte dos ídolos.

Jogadores fizeram corrente no gramado

Antes de a bola rolar, os jovens jogadores do Vasco fizeram uma corrente no gramado:

VASCO 0 X 1 PORTUGUESA
Local:
São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Alex Gomes Stefano
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira Esposito e Guilherme Vogas Tavares
Cartões amarelos: Ulisses (VAS); Wellington Cézar (POR)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Dilsinho, aos 31 minutos do primeiro tempo (POR)

Vasco: Lucão, Cayo Tenório, Miranda, Ulisses e MT (João Pedro); Caio Lopes (Arthur), Juninho e Lucas Santos (Figueiredo); Vinícius (Matías Galarza), Gabriel Pec e Tiago Reis (Laranjeira). Técnico: Diogo Siston.

Portuguesa (RJ): Neguetti, Watson (Danilo), Guerra, Dilsinho e Wellington Cézar; Luiz Gustavo, Everton Heleno (Muniz), Romarinho (Andrezinho), Chay; Emerson Carioca (Douglas Eskilo) e Hugo Cabral. Técnico: Felipe Surian

Vasco