PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Mario vai à CBF por arbitragem antes de 'decisão' do Flu por Libertadores

Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt visitou a CBF por explicações sobre a arbitragem no Brasileirão - Lucas Mercon/Fluminense FC
Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt visitou a CBF por explicações sobre a arbitragem no Brasileirão Imagem: Lucas Mercon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/02/2021 18h43

Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt visitou a CBF nesta quarta (24). O mandatário do Tricolor, que briga por vaga na fase de grupos da Libertadores, buscava entender os critérios utilizados pela arbitragem na 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, onde muitas polêmicas se somaram.

Em seu jogo contra o Santos, na Vila Belmiro, o Flu vencia por 1 a 0 até os 42 minutos do segundo tempo, quando Jean Mota empatou o placar após falta inexistente que gerou a expulsão de Nino, por reclamação, e classificou o Peixe para a pré-Libertadores.

A arbitragem de Sávio Pereira Sampaio (DF) foi duramente criticada pelos jogadores tricolores durante e depois da partida. Se tivesse saído com a vitória, o clube das Laranjeiras entraria no G4 e dependeria só de si na última rodada para conquistar a vaga direta para a competição continental.

Sávio Pereira Sampaio (DF) expulsou Nino em empate do Fluminense com o Santos pelo Brasileirão - FERNANDA LUZ/ESTADÃO CONTEÚDO - FERNANDA LUZ/ESTADÃO CONTEÚDO
Sávio Pereira Sampaio (DF) expulsou Nino em empate do Fluminense com o Santos pelo Brasileirão
Imagem: FERNANDA LUZ/ESTADÃO CONTEÚDO

Nitidamente preocupado com as decisões do apito na última rodada, onde o Fluminense enfrenta o Fortaleza, Mário visitou a sede da entidade, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Por lá, se reuniu com Leonardo Gaciba, chefe de arbitragem, e ouviu os áudios da cabine do VAR no jogo. Antes, teve uma agenda com outros assuntos com o presidente Rogério Caboclo e dirigentes de outros clubes do Brasil.

Anderson Daronco (FIFA/RS) está escalado como árbitro do confronto no Maracanã, amanhã (25), às 21h30. Com o gaúcho no comando da arbitragem, o Tricolor tem apenas 36% de aproveitamento em 24 jogos — seis vitórias, oito empates e 10 derrotas. No histórico de utilização do árbitro de vídeo, tomou três decisões contrárias ao Fluminense e uma a favor.

Neste Campeonato Brasileiro, Daronco apitou três partidas do Flu, todas no Rio de Janeiro: empate com o Botafogo no Nilton Santos, vitória sobre o Santos e derrota para o São Paulo, ambos no Maracanã.

Fluminense