PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo negocia permanência de Joao Rojas para avaliação de Crespo

Joao Rojas, atacante do São Paulo, negocia permanência no CT da Barra Funda no mercado da bola - Divulgação/São Paulo
Joao Rojas, atacante do São Paulo, negocia permanência no CT da Barra Funda no mercado da bola Imagem: Divulgação/São Paulo

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

19/02/2021 10h09

O São Paulo iniciou as conversas para estender a permanência de Joao Rojas no Morumbi. O jogador, que tem contrato até 28 de fevereiro, já foi procurado pelo departamento de futebol para negociar a sua sequência na equipe no mercado da bola.

A ideia é que o atleta siga no clube pelo menos até o fim do Campeonato Paulista 2021. O equatoriano de 31 anos foi contratado em 2018, ainda durante a passagem de Diego Aguirre pelo CT da Barra Funda. De lá para cá, conviveu com as lesões no joelho direito e teve pouco tempo de jogo. Ele disputou 20 partidas e marcou um gol no período. Porém, vinha agradando nas atividades da equipe.

O bom desempenho nos treinamentos foi o que despertou a atenção do departamento de futebol. Por isso, o clube pretende mantê-lo durante o Estadual, que se encerrará em 23 de maio. Neste período, a comissão técnica de Hernán Crespo também poderá avaliá-lo e decidir por um compromisso mais longevo ou por sua saída ao término da competição.

Joao Rojas está longe de ser um dos atletas mais bem pagos do elenco. Em seu antigo contrato, que se encerraria em 31 de dezembro do ano passado, ele tinha salário de R$ 180 mil por mês na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). O jogador deve ter o valor reduzido para seguir no CT da Barra Funda.

O equatoriano tem figurado entre os reservas do São Paulo desde 25 de novembro passado, quando a equipe empatou por 1 a 1 com o Ceará fora de casa, pelo Brasileirão. Ele ainda ficou no banco em mais quatro oportunidades — a vitória por 3 a 1 sobre o Bahia, também em novembro, o empate por 0 a 0 com o Grêmio, pela Copa do Brasil, a derrota por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino e o triunfo por 2 a 1 sobre o Grêmio. A sua última atuação foi ainda em 2018. Ele participou de 64 minutos do triunfo sobre o Vitória, em 26 de outubro daquele ano.

São Paulo