PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Torcida encerra protesto, mas deixa faixas à frente do CT do São Paulo

Yago Rudá

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/01/2021 12h35

A Torcida Independente, principal organizada do São Paulo, encerrou na manhã de hoje (22) o protesto na porta do CT da Barra Funda, mas deixou faixas cobrando jogadores, comissão técnica e diretoria. Os torcedores exigem uma melhora da equipe na reta final do Campeonato Brasileiro e a demissão do técnico Fernando Diniz. O elenco do Tricolor vai treinar no período da tarde, às 16h.

Pela manhã, os torcedores organizados levaram faixas e milho de pipoca ao protesto no centro de treinamento do São Paulo. O grupo formado por integrantes da Independente cobra resultados e também alguns nomes do elenco, como Daniel Alves e Tchê Tchê.

Apesar da cobrança, não houve qualquer tipo de depredação do patrimônio do clube. A Polícia Militar foi chamada, mas não precisou intervir. Por precaução, alguns funcionários do São Paulo não foram ao CT da Barra Funda na parte da manhã. Mas, como a situação está controlada, o clube deve retomar normalmente suas atividades. Durante o protesto, os jogadores não estavam no local.

O Tricolor está em queda no Brasileirão. Não vence há quatro rodadas e, na última quarta, foi goleado pelo Internacional, em pleno Morumbi. O resultado custou a liderança na tabela de classificação. Restam sete rodadas para o fim do campeonato e o São Paulo tenta se reconstruir em plena briga pelo título.

São Paulo