PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Atraso em contrato e desavença tiraram Juanfran de jogo-chave no São Paulo

Juanfran, lateral do São Paulo, durante clássico contra o Santos - Marcello Zambrana/AGIF
Juanfran, lateral do São Paulo, durante clássico contra o Santos Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Pedro Lopes e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

14/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

Os pouco explicados desfalques de Juanfran e Arboleda foram sentidos pelo São Paulo na derrota por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino, no última dia 6, pelo Campeonato Brasileiro. O UOL Esporte apurou que a ausência do lateral direito, justificada como "problemas pessoais", aconteceu devido a um atraso na finalização de seu contrato, depois de discordâncias sobre algumas pendências financeiras entre clube e jogador.

Juanfran cresceu de produção no final de 2020 e tinha se firmado como titular na lateral direita são-paulina — a ausência, anunciada pouco antes da partida, surpreendeu torcedores e jornalistas. Arboleda também foi desfalque de última hora.

O contrato de Juanfran terminava em 30 de dezembro, mas, ainda antes do fim daquele mês, o lateral acertou todas as bases para estender o vínculo até fevereiro, quando termina a atual edição do Brasileirão. No início do ano, entretanto, houve uma divergência financeira entre o jogador e o clube.

Enquanto essa divergência era discutida, o registro do novo contrato de trabalho de Juanfran não foi finalizado — por isso, ele acabou ficando fora do confronto contra o Bragantino. Na partida seguinte, diante do Santos, no último domingo (10), esteve em campo normalmente. Procurado pela reportagem, o São Paulo não confirma o incidente, mas não fala sobre qual seria a causa que tirou Juanfran da partida. A reportagem mantém a informação.

O caso de Arboleda também teve conflito de versões. O zagueiro se atrasou na reapresentação ao clube depois do Ano Novo, e duas justificativas circularam no São Paulo: uma dizia que seu voo de volta à capital paulista havia sido cancelado; a outra, que tinha tido dificuldades para embarcar no Equador devido a problemas em um teste para detecção de Covid-19.

A justificativa oficial para o desfalque foi um desconforto muscular. Fontes diferentes ligadas ao elenco são-paulino afirmam, entretanto, que a ausência em campo foi consequência direta do atraso e que Arboleda, inclusive, foi multado pelo incidente.

A derrota para o Red Bull Bragantino acabou sendo palco da briga entre Fernando Diniz e Tchê Tchê. No final de semana, o São Paulo acabou perdendo novamente no clássico diante do Santos, mas segue na liderança do Brasileiro, com 56 pontos. No domingo (17), tentará retomar o caminho das vitórias diante do Athletico, na Arena da Baixada.

São Paulo