PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Arboleda se atrasa em volta, mas SPFC diz que reserva foi por desconforto

Arboleda voltou a se envolver em um episódio polêmico extracampo - Thiago Calil/AGIF
Arboleda voltou a se envolver em um episódio polêmico extracampo Imagem: Thiago Calil/AGIF

Pedro Lopes e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

07/01/2021 13h14

Robert Arboleda se apresentou com um dia de atraso no São Paulo após a folga para a festa de ano novo. O zagueiro teve problema ao tentar embarcar de volta para a capital paulista e não participou da atividade ocorrida no último sábado (2). Ele só esteve no CT da Barra Funda para o treino de domingo (3). O episódio, contudo, não foi decisivo para a reserva na derrota por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino, na noite de ontem (6), de acordo com o clube. O departamento de comunicação explica que o jogador teve um desconforto muscular momentos antes do duelo ocorrido no estádio Nabi Abi Chedid.

O departamento de futebol do clube paulista abafou a situação envolvendo o atraso de Arboleda na reapresentação, sobretudo porque alega que recebeu um aviso do atleta sobre a situação. O defensor disse que foi impedido de embarcar por causa de inconsistência no teste para detectar possível infecção do novo coronavírus, o que só conseguiu resolver com um dia de atraso.

Não houve qualquer tipo de sanção ao atleta por causa do episódio extracampo desta vez. Recentemente, ele foi multado pela diretoria por ter ido a uma balada em meio à pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, ele foi repreendido também por ter colocado os companheiros em risco após aparecer em uma aglomeração e participar de um treinamento no dia seguinte.

Coincidentemente, dias depois do mais recente episódio extracampo, o atleta ficou na condição de suplente na partida contra o Red Bull Bragantino. O departamento de futebol, contudo, alega que a decisão não teve relação com o caso e aponta um problema físico para não utilizá-lo no compromisso. Diego Costa foi acionado para a sua posição no duelo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois, na volta do intervalo, o time voltou a campo com Léo em seu lugar.

Robert Arboleda queixou-se de desconforto muscular momentos antes do jogo e ficou no banco por decisão da comissão técnica de Fernando Diniz. Ele só seria utilizado em uma eventual necessidade, conforme apurado pelo UOL Esporte.

O jogador não está descartado para o jogo contra o Santos, no próximo domingo (10), às 16h (de Brasília), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Entretanto, para a sua participação no compromisso, é preciso que haja recuperação física.

São Paulo