PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Danilo exalta lado humano de CR7: 'Pergunta sobre a pandemia no Brasil'

Danilo exalta lado humano de CR7 e talento de Neymar - Marco Bertorello / AFP
Danilo exalta lado humano de CR7 e talento de Neymar Imagem: Marco Bertorello / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/09/2020 20h27

Apesar de ser chamado de "robozão", Cristiano Ronaldo - segundo seu companheiro de Juventus, Danilo - "possui um lado muito humano". Em entrevista publicada ontem no site da Fifa, o lateral direito da Velha Senhora destacou a preocupação do português com situação do Brasil durante a pandemia de coronavírus.

Hoje, o Brasil chegou a 4.457.443 infectados pelo novo coronavírus. Ao todo, são 135.031 óbitos por covid-19. Os dados são do consórcio de veículos do qual o UOL faz parte.

"Cristiano é indiscutivelmente ótimo. O que ele faz nos jogos e suas estatísticas dizem tudo. Ele é extremamente competitivo nos treinos, e isso se reflete nos jogos. Ele tem muitas qualidades. Talvez, o que o diferencia é que ele é bom em todos os aspectos do jogo. E ele é um cara muito legal", destacou o brasileiro.

"Eu tenho um relacionamento muito bom com ele - estivemos juntos por dois anos no Real Madrid, e agora na Juventus. Podemos conversar sobre tudo. Ele possui um lado muito humano. Está sempre perguntando sobre o Brasil. Por exemplo, durante a covid-19, ele sempre estava perguntando sobre a situação no Brasil. Ele se preocupa com isso. Ele é muito humano", completou.

Em relação a Neymar, seu companheiro no Santos e na seleção brasileira, Danilo disse não se surpreender com as jogadas do atacante do Paris Saint-Germain, pois conhece sua qualidade com a bola nos pés.

"O Neymar, para mim, sem dúvida, está na ponta dos melhores jogadores do mundo, onde poucos têm lugar. Eu o conheço há mais de dez anos, desde quando estivemos no Santos e na seleção. Eu o vi fazer coisas incríveis de perto. Cada vez que ele faz algo novo, não me surpreendo, porque sei que ele tem um talento que supera qualquer outro jogador em atividade", avaliou.

Futebol