PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: "Fernando Diniz é indefensável após a eliminação para o Mirassol"

Do UOL, em São Paulo

04/08/2020 04h00

O Corinthians tenta seu quarto título consecutivo no Campeonato Paulista e chegou até a final depois de o técnico Tiago Nunes ter alterado a forma do time jogar. Enquanto isso, o São Paulo se manteve fiel à característica do treinador Fernando Diniz e acabou eliminado já nas quartas de final em duelo com o Mirassol, no Morumbi. A queda retomou as críticas ao trabalho no clube que não vence o Estadual desde 2005 e busca um título há oito anos, uma vez que a última conquista foi a Copa Sul-Americana em 2012.

No podcast Posse de Bola #44, Eduardo Tironi e Arnaldo Ribeiro apontam as adaptações pelas quais os técnicos finalistas Tiago Nunes e Vanderlei Luxemburgo precisaram fazer em seus times na volta do futebol. Arnaldo afirma que Diniz se tornou indefensável após a queda precoce diante do Mirassol.

"O Tiago Nunes recuou de algumas ideias que ele tinha, que quase custaram a cabeça dele, e nessa volta fez um outro tipo de jogo, um pouco mais feio até, mas um pouco mais seguro. O Luxemburgo também, 'não vai ter meia, o Dudu vai ser não sei o que', o Dudu foi embora, voltou com três volantes", diz Tironi.

"Não é uma defesa da retranca, não é isso, mas eu quero dizer o seguinte: esses dois treinadores que chegam à final do campeonato, no meio do caminho mudaram algumas coisas para se adaptar a certas situações e isso não dá para dizer que foi feito no São Paulo, que ficou pelo caminho, perdeu pro Mirassol aí e agora está completamente afundado na crise com o Diniz, com a comissão técnica, com todo mundo", completa.

Arnaldo ressalta que era justamente Diniz quem mais precisava do resultado em relação a Tiago Nunes e Vanderlei Luxemburgo e vê a comparação do treinador do São Paulo com o atual comandante corintiano como inevitável.

"Tanto o Palmeiras do Luxemburgo quanto o Corinthians do Tiago, ou tanto o Luxemburgo quanto o Tiago precisam menos do resultado do que o Diniz, pelo histórico todo. Então, assim, o Fernando Diniz, ele é indefensável. Não tem mais discussão, a partir da eliminação com o Mirassol, ele não é mais defensável", comenta Arnaldo.

"Entre o Tiago e o Diniz, a comparação é inevitável, até porque o Tiago o sucedeu no Athletico-PR e conseguiu resultado, que o Diniz não conseguiu, jogando bem. Essa correção de rota do Tiago é rápida até, quando lhe deu o Corinthians a possibilidade de seguir. No São Paulo nunca teve essa noção de que o resultado no atual momento do clube é a questão mais importante", conclui.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol