PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #44: Corinthians x Palmeiras, crise no SPFC e técnico do Fla

Mais Posse de Bola
1 | 25
Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

03/08/2020 11h55

Poucos dias após o duelo que marcou a volta do futebol em São Paulo, Corinthians e Palmeiras vão se enfrentar novamente na final do Campeonato Paulista e em condições diferentes depois de o alvinegro, que poderia ter sido eliminado com um empate em sua arena no dia 22 de julho, mas venceu e desde então não sofreu gols e chegou à decisão que era improvável na parada do futebol. No podcast Posse de Bola #44, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam como se deu a chegada dos rivais à final e o que se pode esperar da disputa pelo título estadual.

Juca Kfouri não vê grandes méritos ao Corinthians na chegada à final e cita as falhas dos goleiros nas partidas vencidas pelo clube alvinegro, desde Weverton no clássico em Itaquera, passando por Júlio César do Red Bull Bragantino e Kewin do Mirassol, os dois últimos em chutes de longa distância de Éderson. O jornalista vê o time treinado por Vanderlei Luxemburgo com uma pressão maior na decisão do título.

"Eu acho que o Palmeiras já perdeu o derby que poderia perder esse ano, o derby que ele perdeu com o que ele permitiu que o Corinthians chegasse, porque ele poderia ter eliminado o Corinthians, mas veja, de quem são os méritos? Eu diria que os méritos são do Weverton, do Júlio Cesar e do nosso goleiro de ontem do Mirassol, porque o Corinthians chegou lá de frango em frango. Exceção feita ao jogo contra o Oeste, em três das quatro vitórias, se devem a falhas grotescas dos goleiros e não acredito que o Weverton falhe de novo", diz Juca.

"Claro que o Palmeiras vai entrar com o peso de ter que vingar 2018, quando perdeu o título em casa, vai disputar de novo o título em casa, sem torcida, o que minimiza bastante o aspecto casa, mas é indiscutível que o Palmeiras tem um grupo muito mais forte do que o Corinthians", completa.

Mauro Cezar destaca o baixo nível do estadual e critica o futebol apresentado por ambos os finalistas nas semifinais, quando o Corinthians venceu o Mirassol por 1 a 0 e segurou a bola mesmo com o adversário tendo um jogador a menos durante boa parte do segundo tempo, enquanto o Palmeiras fez um bom primeiro tempo, mas recuou e deu a bola à Ponte Preta na segunda etapa na vitória também por 1 a 0.

"O Palmeiras tem um elenco melhor, mas você veja o caso do jogo de ontem. No primeiro tempo o Palmeiras atacou, criou situações, agrediu a Ponte Preta, fez o seu gol. O Palmeiras atacou, jogou como se espera, Palmeiras e Ponte Preta, o Palmeiras tem que encurralar a Ponte Preta, ele tem que atacar, ele tem que vencer o jogo, é obrigação do Palmeiras. Segundo tempo, o Palmeiras dá a bola para a Ponte Preta, a Ponte teve mais posse de bola do que o Palmeiras no segundo tempo, trocou mais passes que o Palmeiras no jogo inteiro", diz Mauro Cezar.

"O Palmeiras se contenta em ganhar de 1 a 0, final do jogo torcendo para o jogo acabar, o Cássio no jogo também de Itaquera fazendo uma 'cerinha' no final contra o Mirassol, esse time todo remendado que eliminou o São Paulo, um vexame na quarta-feira, para ganhar segundos ali o Cássio. Vencia por 1 a 0 o Mirassol com dez jogadores desde os 14 minutos do segundo tempo, é um pensamento pequeno", completa.

O episódio também analisa a situação de Fernando Diniz no São Paulo após a eliminação para o Mirassol nas quartas de final do Campeonato Paulista, a chegada do espanhol Domenec Torrent como novo técnico do Flamengo, a evolução do Atlético-MG de Jorge Sampaoli e o que se pode esperar do jogo entre o rubro-negro e o time mineiro na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, além dos estágios de Grêmio, Internacional e a final da Copa do Nordeste.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.