PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Tiago Nunes exalta final pelo Corinthians: 'Momento especial na carreira'

Corinthians x Mirassol

Gols UOL Esporte

Do UOL, em São Paulo

02/08/2020 19h39

A vitória por 1 a 0 contra o Mirassol garantiu o Corinthians na final do Campeonato Paulista. Após início de temporada conturbado, Tiago Nunes exaltou a oportunidade de disputar a sua primeira decisão à frente do clube do Parque São Jorge.

"É um grande sonho, um momento especial na minha carreira. Mesmo tendo conquistas anteriores de Copa do Brasil e Sul-Americana, além de conquistas estaduais em outros lugares, participar de uma final pelo Corinthians, e em um momento tão importante, é algo diferente, especial. Juntos dos atletas vamos tentar desfrutar desse momento único", disse o treinador.

O Corinthians chega à final estadual depois de uma arrancada de quatro vitórias consecutivas. A equipe, que corria sérios riscos de eliminação na primeira fase, se superou após a paralisação do futebol por conta da pandemia do coronavírus e garantiu um lugar na disputa pelo título. O adversário sai da partida entre Palmeiras e Ponte Preta.

"Eu disse inúmeras vezes que uma equipe se constrói com o tempo, com repetição, muitos jogos, enfrentando diferentes contextos competitivos. As coisas foram se encaixando após a parada, conseguimos organizar muitas coisas com os atletas, tivemos a competências dos jogadores colocarem em prática o que a gente vinha planejando, casado com os resultados e atuações consistentes", avaliou.

Sobre o triunfo apertado diante do Mirassol, Tiago Nunes destacou o "jogo de paciência" da equipe na Arena em Itaquera.

"Jogo equilibrado, tendo em vista que enfrentamos um adversário que se organizou muito bem defensivamente. Uma equipe que já tinha mostrado uma qualidade tática e jogadores com boa qualidade técnica para disputar uma semifinal. Não foi à toa que chegaram nesse momento. Foi um jogo de muita paciência, que a equipe teve que circular muito a bola até encontrar as melhores chances, os melhores espaços para chegar no último terço [do campo]", falou.

"Conseguimos dominar a maior parte do tempo, ficamos mais tempo com a bola, tivemos mais finalizações, criamos seis ou sete chances de gol. E aí, por mérito desse envolvimento coletivo, conseguimos chegar ao gol de fora da área, que nos credenciou a chegar nessa final", acrescentou.

Corinthians