PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Embalado, Corinthians vence Mirassol e vai à 4ª final seguida do Paulistão

Corinthians x Mirassol

Gols UOL Esporte

Do UOL, em São Paulo

02/08/2020 18h01

Pelo quarto ano consecutivo, o Corinthians está na final do Campeonato Paulista. O time comandado por Tiago Nunes venceu o Mirassol por 1 a 0, na tarde de hoje (2), em Itaquera, e vai em busca do primeiro tetracampeonato estadual em sua história. Éderson brilhou mais uma vez e marcou o gol da vitória.

Agora, o Corinthians aguarda o vencedor de Palmeiras e Ponte Preta, que se enfrentam às 19h (de Brasília), no Allianz Parque.

Ao contrário das fases anteriores no mata-mata, a decisão será disputada em formato ida e volta — os jogos estão marcados para quarta-feira (5) e sábado (8).

Arrancada corintiana

O Corinthians conseguiu uma arrancada impecável após o retorno do Campeonato Paulista. O time de Tiago Nunes foi de quase eliminado (com risco de rebaixamento) a finalista após vencer, consecutivamente, Palmeiras, Oeste, Red Bull Bragantino e, neste domingo, Mirassol. Detalhe: a equipe não foi vazada em nenhum dos quatro jogos.

Éderson brilha de novo e decide

Éderson na semifinal do Paulistão - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Éderson mostrou que tem estrela. Titular pela segunda vez com Tiago Nunes, o volante voltou a balançar a rede, desta vez com um bom chute de fora da área. Ele chegou ao terceiro gol em três jogos.

Zé Roberto tem atuação apagada

Herói da classificação diante do São Paulo, Zé Roberto não teve o mesmo brilho neste domingo. O atacante, que se juntou ao Mirassol às vésperas das quartas de final, acabou preso na forte marcação do Corinthians e pouco ameaçou. Ele foi substituído na metade do segundo, após a expulsão de Juninho.

Corinthians cria pouco, mas aproveita jogador a mais

Jô na semifinal do Paulistão - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O Corinthians foi melhor e teve maior volume de jogo, mas sofreu para vencer. Não foi pressionado, é verdade, mas também pouco criou. Na primeira etapa, a principal oportunidade veio só aos 25 minutos, quando Mateus Vital acertou a trave após cruzamento de Carlos Augusto. Pouco depois, Éderson cruzou rasteiro e Jô por pouco não conseguiu finalização de letra na pequena área.

No segundo tempo, a dificuldade de chegar ao gol do adversário continuou. A expulsão de Juninho melhorou o cenário para o Corinthians, que insistiu e foi premiado após uma boa finalização de Éderson.

Mirassol sofre após expulsão com VAR

O Mirassol foi a campo com um estratégia bem definida: defesa compacta e aposta nos contra-ataques. Funcionou até os 26 minutos do segundo tempo, quando foi vazado.

O enredo, que vinha sendo conforme o Mirassol planejava, mudou a partir dos 14 minutos do segundo tempo, quando o time do interior ficou com um jogador a menos. O árbitro apontou falta após dividida entre Juninho e Carlos Augusto, mas o VAR sugeriu a revisão do lance. Depois de analisar o vídeo, Vinícius Gonçalves decidiu mostrar o cartão vermelho para o camisa 10 do time visitante.

Rumo ao tetra?

Campeão paulista nos últimos três anos, o Corinthians terá a chance de conquistar o tetracampeonato estadual pela primeira vez em sua história. Até hoje, o único time que faturou quatro títulos seguidos na competição é o Paulistano, entre 1916 e 1919. O Corinthians, 30 vezes campeão estadual, foi tri em outras ocasiões, ainda nas décadas de 1920 e 1930, mas nunca conseguiu quatro títulos estaduais em sequência.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 0 MIRASSOL

Data: 2 de agosto de 2020, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista (semifinal)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo
Assistentes: Danilo Simon Manis e Neuza Inês Back
VAR: Raphael Claus
Cartões Amarelos: Danilo Avelar, Gabriel (COR)
Cartão vermelho: Juninho (MIR)
Gol: Ederson 26 min do 2º T (COR)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos (Sidcley); Gabriel, Éderson (Camacho), Ramiro (Janderson), Mateus Vital (Leo Natel) e Luan (Araos); Jô. Técnico: Tiago Nunes.

MIRASSOL: Kewin; Danilo Boza, Reniê e Wellington; Daniel Borges, Alison Silva (João Artur), Du (Lucas Vital), Zé Roberto (Netto) e Moraes; Juninho e Bruno Mota (Kauan). Técnico: Ricardo Catalá

Corinthians