PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro joga pressionado por vitória em duelo por classificação no Mineiro

Marllon, Stênio e Cacá celebram gol do Cruzeiro contra a URT no Mineirão - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Marllon, Stênio e Cacá celebram gol do Cruzeiro contra a URT no Mineirão Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

29/07/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Cruzeiro entra em campo hoje (29) pressionado por um resultado positivo para chegar à semifinal do Campeonato Mineiro. A equipe precisa de um triunfo por três ou mais gols de diferença sobre a Caldense, às 21h30, para avançar sem depender de um tropeço do Atlético-MG contra o Patrocinense.

Na quinta posição, com 17 pontos conquistados, a Raposa enfrenta justamente um concorrente direto por uma vaga entre os quatro primeiros do Estadual. O treinador Enderson Moreira reconhece a pressão pelo resultado positivo no jogo válido pela 11ª rodada do torneio, marcado para o estádio Ronaldão, em Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais.

"O próximo jogo é um jogo que a gente precisa vencer acima de tudo. A gente tem dificuldade na questão de classificação, porque é uma diferença de saldo de gols. Estamos focados em vencer o jogo. É o nosso papel, uma equipe muito difícil. A Caldense está bem classificada. Será um grande desafio para todos nós", disse após a vitória por 3 a 0 sobre a URT, no último domingo (26), no Mineirão.

A questão envolvendo a diferença de gols, citada por Enderson Moreira, se refere ao saldo das equipes. O Cruzeiro tem, hoje, cinco gols de saldo, enquanto a Caldense tem dez. Portanto, a Raposa precisa vencer por no mínimo três gols de diferença para avançar.

Em caso de empate ou revés do Atlético para o Patrocinense, o Cruzeiro precisará somente de um triunfo simples para garantir a quarta colocação do Estadual.

CALDENSE x CRUZEIRO

Local: Ronaldão, em Poços de Caldas (MG), às 21h30 (de Brasília).
Árbitro: Ronei Cândido Alves
Assistentes: Marconi Helberth Vieira e Leonardo Henrique Pereira
Quarto árbitro: Hieger Túlio Cardoso

CALDENSE: Alyson; Tonini, Jonathan, Lucas Silva e Vel; Lucas Felipe, André Mensalão e Lucas Nathan; Rafael Rosa, João Victor e Márcio Kaíque Técnico: Marcus Grippi.

CRUZEIRO: Fábio; Raúl Cáceres, Cacá, Marllon e Patrick Brey; Ariel Cabral, Jean e Régis; Stênio, Thiago e Marcelo Moreno. Técnico: Enderson Moreira.

Cruzeiro