PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro vence URT e segue na briga por classificação na volta do Mineiro

Marllon, Stênio e Cacá celebram gol do Cruzeiro contra a URT no Mineirão - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Marllon, Stênio e Cacá celebram gol do Cruzeiro contra a URT no Mineirão Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

26/07/2020 12h56

Classificação e Jogos

O Cruzeiro venceu a URT por 3 a 0 no jogo que marcou a volta do futebol em Minas Gerais em meio à pandemia do novo coronavírus. Cacá, Thiago e Marllon marcaram para a equipe na partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro. O duelo foi disputado no Mineirão.

Com o resultado, os comandados de Enderson Moreira permanecem na quinta colocação do Estadual, com 17 pontos conquistados, mesmo número da Caldense, que enfrentará o Tupynambás na tarde de hoje (26) pela 10ª rodada. A URT segue na oitava posição, com 11 pontos. A disputa entre as duas equipes se dá pelo saldo de gols.

O último jogo do Cruzeiro é justamente contra a Caldense, na próxima quarta-feira (29). O jogo pode definir a classificação ou eliminação do time na primeira fase do Mineiro.

O melhor: Régis

Ele não participou diretamente dos gols, mas foi o principal nome do Cruzeiro em campo, sobretudo na criação de jogadas. Com qualidade técnica, ditou o ritmo da equipe comandada por Enderson Moreira. Utilizou bastante os atacantes de lado — Iván Angulo pela direita e Stênio pela esquerda — em lançamentos rasteiros. A sua participação ofensiva deu mais dinamismo ao mandante no jogo ocorrido no Mineirão.

O pior: Rodolfo Manoel

Jogando pelo lado esquerdo da defesa, teve dificuldades para segurar as investidas do rival no confronto. Ele viu jogadores como Iván Angulo, Régis e Thiago criarem brechas em seu setor de marcação e não conseguiu pará-los, mesmo com um corte providencial antes de chute de Thiago ainda no primeiro tempo. A dificuldade para marcar os adversários culminou em cartão amarelo. Na volta do intervalo, falhou no lance que resultou em gol de Marllon. Ele tentou cortar cruzamento rasteiro de Stênio e jogou contra o próprio patrimônio. Cris até fez boa defesa, mas Marllon apareceu para marcar.

Angulo aparece pouco em estreia que já marca a sua despedida

Iván Angulo estreou pelo Cruzeiro na manhã de hoje (26). O jogo marca também a despedida do jogador, que retorna ao Palmeiras amanhã (27). Atuando pelos flancos, ele fez apenas uma boa jogada no confronto. O colombiano recebeu passe de Régis ainda no primeiro tempo e deixou Thiago em condições de marcar. Entretanto, no decorrer do confronto, pouco acrescentou à equipe comandada por Enderson Moreira. Ele foi contratado por empréstimo, em 16 de março passado, e não seguirá na Toca da Raposa II porque o detentor de seus direitos federativos solicitou o seu retorno, conforme estabelecido em contrato.

Zagueiros surgem como surpresas e marcam para o Cruzeiro

No primeiro jogo do Cruzeiro em meio à pandemia do novo coronavírus, se enganou quem imaginou que apenas os atacantes brilhariam com gols. A dupla de zaga balançou as redes no triunfo sobre a URT, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro. Cacá fez de cabeça após cruzamento de Raúl Cáceres ainda no primeiro tempo. Marllon, já na etapa final, aproveitou rebote do goleiro Cris em vacilo de Rodolfo Manoel e deixou a sua marca na etapa final.

Cruzeiro conta com gol de substituto de Moreno, vetado por problema clínico

Fora do jogo por causa de um incômodo gastrointestinal, Marcelo Moreno assistiu a Thiago, seu substituto em campo, balançar as redes adversárias no Mineirão. O atacante contou com passe de Patrick Brey após ótima jogada individual para estufar a rede de Cris. O jovem é um dos prediletos da comissão técnica para a camisa 9 quando o boliviano estiver fora de combate.

Enderson Moreira muda forma de jogar do Cruzeiro e aposta em variações durante o jogo

Esqueça o que foi visto no Cruzeiro até a paralisação do futebol em meio à pandemia do novo coronavírus. A saída de Adilson Batista para a entrada de Enderson Moreira modificou a forma de jogar da equipe. Com um futebol baseado na pressão sobre o adversário, a Raposa fez uma boa partida na manhã de hoje (26), no Mineirão. Os homens de frente evitaram uma saída de bola tranquila do adversário, e a postura foi importante para a construção do resultado. Na defesa, Raúl Cáceres permaneceu ao lado dos dois zagueiros, e Patrick Brey teve liberdade para chegar ao ataque e participar da criação de jogadas. O trio de meio-campistas contou, a todo instante, com a participação dos homens de lado na marcação. O resultado foi positivo na volta do esporte foi reflexo do bom futebol apresentado pelo Cruzeiro.

URT sofre diante do Cruzeiro em retorno após duas semanas de treino

A URT teve que se reconstruir para enfrentar o Cruzeiro após a paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus. Com novas caras no elenco, o time do interior sofreu para criar jogadas e até para conter as investidas do oponente. Johnatan Alemão, técnico da equipe, ainda não conseguiu montar um sistema harmônico, o que ficou claro desde o princípio. Faltou ao visitante um pouco mais de entrosamento.

Ficha técnica
Cruzeiro x URT

Motivo: 10ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 26 de julho de 2020 (domingo)
Horário: às 11h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cezar Zanovelli da Silva
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Magno Arantes Lira

Cartão amarelo: Rodolfo Manoel (URT)
Cartão vermelho: Ninguém

Gols: Cacá - 3'/1ºT (1-0); Thiago - 10'/1ºT (2-0); Marllon - 8'/2ºT (3-0)

CRUZEIRO: Fábio; Cáceres, Cacá, Marllon e Patrick Brey (João Lucas); Ariel Cabral, Jean (Machado) e Régis (Claudinho); Iván Angulo, Stênio (Welinton) e Thiago (Judivan). Técnico: Enderson Moreira.

URT: Cris; Mizael, Davy Einstein, Rodolfo e Jhonathan Moc; Túlio, Arílson e Vitor Braga (Yan Gomes); Júlio Magalhães (Wembley), Kesley e Willian Mococa (Ian Augusto). Técnico: Johnatan Alemão.

Cruzeiro