PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Flávio Gomes critica postura do Flamengo, exalta Corinthians e cobra CBF

Flavio Gomes, comentarista do Fox Sports - Reprodução
Flavio Gomes, comentarista do Fox Sports Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/05/2020 12h30

As posturas opostas de Corinthians e Flamengo em meio à pandemia de coronavírus foram analisadas por Flávio Gomes. Recordando a entrevista do presidente Rodolfo Landim ao "Fox Sports Rádio" de ontem, o comentarista criticou o individualismo rubro-negro.

Em relação ao alvinegro, Flavinho elogiou a carta aberta do presidente Andrés Sanchez. No documento, o mandatário corintiano se posicionou contra a volta do futebol e criticou a postura de quem tenta "jogar sozinho".

"O Flamengo, na pessoa do seu presidente, deixou muito claro que está pensando apenas nele. O que mostra, para mim, um comportamento muito individualista, quase egoísta, diante dos números que são mostrados todos os dias. O presidente do Flamengo disse ontem, por exemplo, que a pandemia está trazendo muitos problemas psicológicos para as pessoas, que estão sofrendo por ficar em casa. Acho que [estão] sofrendo muito mais as famílias das 23.473 pessoas que morreram até agora", recordou Gomes durante o "Fox Sports Rádio" de hoje.

"Pensar no futebol, diante de tanta gente sofrendo e morrendo, é uma coisa menor. Acho que a resposta do Corinthians vem em bom momento (...) Se cada categoria profissional resolver agir por conta própria, nós estamos ferrados. Aí, realmente, abre a porteira e vamos empilhar cadáver. É mais ou menos isso que vai acontecer se cada um resolver fazer a coisa do jeito que bem entender", completou.

O comentarista ainda cobrou um posicionamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em relação à volta do futebol:

"Seria importante a CBF se posicionar firmemente em relação ao futebol. Tem que ser uma posição clara a favor da vida, a favor do esporte, a favor da medicina, a favor da ciência. Assim como o país não está conseguindo encontrar um farol que o guie em relação às medidas que devem ser tomadas, eu acho que CBF deveria tomar essa atitude e mostrar o que ela pensa a respeito da volta do futebol, tanto no nível regional quando nacional", concluiu.

UOL Esporte vê TV