PUBLICIDADE
Topo

Landim vê Flamengo no caminho certo e critica Montenegro

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo - fotoBR/divulgação/Flamengo
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo Imagem: fotoBR/divulgação/Flamengo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/05/2020 15h33

Após divulgar uma carta se defendendo de críticas após o encontro com o presidente Jair Bolsonaro, Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, rebateu algumas declarações de Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente e atual membro do comitê gestor do Botafogo. O mandatário rubro-negro questionou ainda se o fato de a curva de contágio estar ascendente seria motivo para que o futebol não retornasse.

Convidado do Fox Sports Rádio de hoje, Landim acredita que o Flamengo está no caminho certo ao defender o retorno das atividades relacionadas ao futebol justamente por ir contra o posicionamento de Montenegro.

"É uma instituição que tem uma história linda no futebol brasileiro. Eu acho que grandes momentos que o futebol brasileiro teve foram quando o Botafogo estava no auge, e contribuiu muito para o futebol brasileiro. Quando a gente vê a história dessa pessoa à frente do Botafogo, esse longo período que ele está à frente de várias administrações do Botafogo, assim como o comportamento desportivo que o Botafogo vem tendo ao longo deste período, os resultados administrativos, econômicos e financeiros, o tamanho que o Botafogo hoje tem e a importância que o Botafogo está começando a ter no futebol brasileiro, isso aí só é um indicador de que, se eles discordam do que a gente está fazendo, é uma indicação muito forte de que provavelmente a gente está no caminho certo", disse Landim.

Em entrevista ao UOL Esporte, o cartola do Botafogo criticou tanto Flamengo quanto Vasco por se reunirem com Bolsonaro para debater o retorno da modalidade. Vale lembrar que tanto o Alvinegro de General Severiano quanto o Fluminense são contrários à volta das atividades ligadas ao futebol.

Questionado sobre o momento em que acontece essas ações em prol do retorno do futebol, Landim questionou se o fato de o número de contágios por Covid-19 ainda estar crescendo seria motivo para manter a modalidade paralisada.

"Não devemos voltar o futebol porque a curva da pandemia está ascendente? Ora, abriram as lojas de construção, por exemplo. Mas qual o protocolo de segurança foi utilizado? O futebol, nesse caso, está dando o exemplo. Acho que os cronistas esportivos, em vez de criticar a volta, deveriam mergulhar nos protocolos que estão sendo seguidos e propagar isso como um exemplo muito bom", afirmou.

UOL Esporte vê TV