PUBLICIDADE
Topo

Corinthians e Palmeiras invertem papéis nas finanças nos últimos 7 anos

Gustavo Scarpa e Gabriel durante clássico Palmeiras x Corinthians disputado no ano passado - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Gustavo Scarpa e Gabriel durante clássico Palmeiras x Corinthians disputado no ano passado Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

26/05/2020 04h00

Corinthians e Palmeiras registraram ao longo dos últimos sete anos resultados financeiros bem distintos. Nesse período, o papel dos rivais se inverteu: o clube alvinegro passou a ter cada vez mais dificuldades em fechar suas contas no azul, enquanto os palmeirenses deixaram os déficits para trás

O Corinthians fechou as contas de 2019 com o maior déficit de sua história: R$ 177 milhões. O resultado financeiro acontece seis anos depois que o clube alvinegro registrou seu maior superávit. Em 2014, os ganhos atingiram R$ 230 milhões.

Justamente naquela temporada, o Palmeiras apresentou déficit pela última vez, como tinha acontecido também em 2013. As perdas atingiram R$ 22,6 milhões e R$ 27,6 milhões, respectivamente.

Desde então, o clube alviverde conseguiu ter superávit. Já são cinco anos seguidos no azul. O Corinthians, em contrapartida, só conseguiu evitar déficit em 2016, ano em que conseguiu uma venda expressiva de jogadores do time campeão brasileiro de 2015.

A virada de 2015 para os rivais coincide com a chegada da Crefisa, que potencializou as receitas de publicidade. Além disso, o clube passou a ter ganhos expressivos com bilheteria e sócio-torcedor, impulsionadas pela inauguração do Allianz Parque.

O Corinthians, por sua vez, perdeu 100% da receita com bilheteria a partir de 2015. Todas as rendas de jogos e eventos da Arena Corinthians são destinadas a um fundo responsável pelo pagamento do estádio. O time alvinegro também viu queda de receitas de publicidade em 2017 e 2018. Foram 21 meses sem anunciante fixo no espaço master, de abril de 2017 a janeiro de 2019, quando acertou com o Banco BMG.

Os dados relativos aos resultados das contas de Corinthians e Palmeiras foram obtidos nos balanços divulgados pelos próprios clubes.

Resultado final das contas

2013
Palmeiras: R$ 22,6 milhões (déficit)
Corinthians: R$ 1 milhão (superávit)

2014
Palmeiras: R$ 27,6 milhões (déficit)
Corinthians: R$ 230 milhões (superávit)

2015
Palmeiras: R$ 10,5 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 97,1 milhões (déficit)

2016
Palmeiras: R$ 89,5 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 31,0 milhões (superávit)

2017
Palmeiras: R$ 57,0 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 35,1 milhões (déficit)

2018
Palmeiras: R$ 30,6 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 18,8 milhões (déficit)

2019
Palmeiras: R$ 1,7 milhão (superávit)
Corinthians: R$ 177 milhões (déficit)

Futebol