PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Jô deu volta por cima após chegar em baixa ao Corinthians na 2ª passagem

Decisivo, Jô marcou 25 gols em 61 partidas pelo Corinthians na temporada 2017 - Marcello Zambrana/AGIF
Decisivo, Jô marcou 25 gols em 61 partidas pelo Corinthians na temporada 2017 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

24/05/2020 04h00

A terceira passagem de Jô pelo Corinthians pode virar realidade nos próximos dias. Perto de voltar ao clube que o revelou, o atacante ainda busca a rescisão de contrato com o Nagoya Grampus. A saída do clube japonês está encaminhada.

Caso acerte com o Corinthians na sequência, Jô voltaria ao clube depois de ficar novamente livre no mercado, como aconteceu em outubro de 2016, no início da sua segunda passagem. Na ocasião, o atacante chegou sem custos, mediante pagamento de luvas.

Ao contrário do que aconteceria agora, com Jô em alta e visto como uma solução para o ataque, a última passagem começou marcada pelo descrédito. O jogador, porém, deu a volta por cima ao marcar 25 gols na temporada e ser decisivo para o Corinthians ser campeão paulista e brasileiro.

Em 2016, o jogador defendia o Jiangsu Suning, da China, time que se desligou no começo do segundo semestre daquele ano. Embora mantivesse o trabalho físico por conta própria, em Belo Horizonte, Jô voltou o Corinthians sob desconfiança, principalmente do ponto de vista físico.

Não à toa, o atacante chegou a ser poupado por Fábio Carille em alguns jogos do começo do Paulistão 2017. Jô estreou no Estadual como titular e até marcou, de pênalti, o gol da vitória sobre o São Bento. O atacante, porém, desperdiçou uma penalidade máxima no jogo seguinte, marcado por uma derrota corintiana para o Santo André em plena Arena Corinthians.

Na quarta rodada, Jô viu Kazim ser titular. Sem ao menos entrar em campo, viu o concorrente marcar o gol do triunfo. Depois, começou o clássico com o Palmeiras no banco de reservas. No fim do jogo, foi às redes pouco depois de entrar em campo.

Jô - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Jô chegou ao Corinthians no fim de 2016, sem custos, e assinou contrato de três temporadas na ocasião
Imagem: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

A vitória sobre o rival deu novo ânimo ao Corinthians e ao próprio Jô, que passou a se destacar nos clássicos estaduais — ele também marcou contra São Paulo e Santos. Embalado, o time alvinegro conquistou o título paulista daquele ano diante da Ponte Preta.

A equipe corintiana manteve o embalo no Brasileirão. Novamente com Jô como protagonista, conquistou 47 pontos em 57 possíveis no primeiro turno e, com alguns sustos no turno final, garantiu o título contra o Fluminense na 35ª rodada.

No jogo do título, Jô fez dois gols no triunfo por 3 a 1 em Itaquera. Ao fim do campeonato, garantiu ainda a artilharia do campeonato, fato inédito na história corintiana. Dias depois, porém, acabou vendido para o Nagoya Grampus por R$ 38 milhões, mesmo com mais dois anos de contrato com o Corinthians.

Corinthians