PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Bernardinho se emociona ao falar de distância do pai devido à quarentena

Bernardinho se emociona ao falar sobre distância do pai devido à quarentena - Reprodução/SporTV
Bernardinho se emociona ao falar sobre distância do pai devido à quarentena Imagem: Reprodução/SporTV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/05/2020 22h47

Bicampeão olímpico, Bernardinho se emocionou ao falar do pai, Condorcet Rezende. Em participação, ao lado do filho Bruno, no programa Vencendo Juntos, do SporTV, o técnico de vôlei não segurou o choro ao lembrar do distanciamento do pai por conta da pandemia de coronavírus.

Por ser do grupo de risco, Condorcet está isolado. Nem Bruninho, levantador da seleção brasileira, que voltou recentemente da Itália, teve a chance de reencontrar o avô.

"Pena que ele não esteja podendo ver a gente aqui, está acamado, mas são coisas que vão ficar para sempre. São lições que... Num momento como esse, difícil... Não poder estar perto dele. Espero que acabe logo tudo isso. Que a gente possa estar junto o mais rápido possível. Que ele tenha orgulho da história que o Bruno vai continuar levando da nossa família", falou Bernardinho, chorando.

Em relação à covid-19, que vitimou mais de 22 mil brasileiros, o treinador pediu união:

"Agora, mais do que nunca, precisamos ser um time para vencer esta doença", comentou.

Hoje, segundo boletim do Ministério da Saúde, o Brasil chegou a 347.398 casos de coronavírus, além de 22.013 óbitos, sendo 965 nas últimas 24h.

Os números de diagnósticos e óbitos confirmados pelo governo entre um dia e outro não necessariamente ocorreram de sexta-feira para sábado.

UOL Esporte vê TV