PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras distribui máscaras para sócios e inicia projeto por álcool em gel

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

18/05/2020 04h00

O Palmeiras iniciou nos últimos dias a distribuição de máscaras de proteção personalizadas com o escudo do clube para funcionários e associados, mas não quer parar por aí: o próximo passo do Verdão é começar a produção de álcool em gel com a marca do Palmeiras.

O alviverde ainda estuda a melhor forma de viabilizar e valorizar a ação dentro de uma gama de projetos do programa "Por Um Futuro Mais Verde". Doação de parte do arrecadado e distribuição de frascos estão em pauta e uma definição deve sair nos próximos dias.

No fim do mês passado, o Palmeiras doou pouco mais de R$ 10 mil para a Arquidiocese de São Paulo, valor arrecadado com os eventos-teste do novo sistema de venda de ingressos do Allianz Parque, que passou a ser oficial em 15 de março.

Os consulados palmeirenses, por exemplo, arrecadaram mais de dez toneladas de alimentos no combate ao covid-19. Foram 27 consulados que participaram da ação e arrecadaram ainda mil máscaras de proteção, 30 metros de tecida para confecção, 39 litros de álcool em gel, além de mais de R$ 5 mil reais entre valor doado para aquisição de camas hospitalares e ajuda de custo para profissionais da saúde.

O clube lançou, também, uma campanha com os sócios Avanti para indicação de empresas locais que poderiam se tornar parceiras do programa de sócios, de forma a dar vantagens aos associados e contribuir com o comércio local.

Paralelamente, o Verdão fez questão de conscientizar o grupo de risco do covid-19 na forma de uma ação com o ídolo César Sampaio. O volante enviou uma mensagem aos associados com mais de 60 anos lembrando a importância do isolamento social e higienização das mãos. Mais de 12 mil sócios receberam a mensagem.

A mensalidade das associações no programa Avanti durante os meses de paralisação do futebol serão convertidas em crédito para para aquisição de ingressos adicionais até o final de 2021.

O programa "Por Um Futuro Mais Verde" busca, com base nos pilares econômico, social e ambiental, consolidar o Palmeiras como uma organização responsável, geradora de impacto positivo para a indústria do futebol e toda a sociedade.O clube palestrino também manteve o apoio e ajuda de custo para todas as categorias não profissionais neste momento delicado vivido no país.

Palmeiras