PUBLICIDADE
Topo

Filho de Felipe Melo supera astros do esporte e é campeão do "Todos por Um"

Do UOL, em São Paulo

17/05/2020 12h28

Davi Melo, filho de Felipe Melo, é o grande campeão do desafio "Todos por Um" de videogame. Na campanha do título, o jovem passou por adversários de diversas representações, eliminando Andressa, da seleção brasileira feminina de futebol, Vina, do Ceará, e Everton Ribeiro, do Flamengo, antes de bater Grummy, do polo aquático, na grande decisão disputada hoje.

A vitória veio em um duelo disputado e vencido pelo placar apertado de 1 a 0 usando a Juventus de Turim contra o PSG. Os dois finalistas tinham sido definidos um pouco antes em duas partidas emocionantes.

"Estou feliz, mas o mais importante foram as doações para as pessoas que precisam. A gente vai passar por esse momento. Mas eu estou feliz por ter sido campeão", disse Davi. "Foi muito bom ter disponibilizado esse nosso tempo para estar aqui ajudando", disse Felipe Melo, que agiu como um "treinador" do filho na competição. "Estou muito feliz pelo que ele fez aqui", completou o jogador.

Após a final, Grummy prometeu enviar uma touca da seleção brasileira de polo aquático, e Felipe Melo disse que mandaria uma camisa do Palmeiras. "Mesmo eu sendo corintiano, vou aceitar com o maior prazer", disse o atleta do polo.

Na semifinal, Grummy venceu o duelo dos "aquáticos" contra o nadador Guilherme Costa nos pênaltis após empate em 1 a 1 no tempo normal. Davi Melo eliminou Everton Ribeiro, do Flamengo, em um jogo ainda mais dramático. O filho de Felipe Melo perdia por 3 a 2 até o último lance da partida, quando conseguiu o empate após cobrança de escanteio que ainda foi na trave antes de entrar. A vitória veio nos pênaltis.

O torneio de videogame que reúne boleiros e estrelas do esporte foi transmitido pelo UOL desde segunda-feira (11). A competição teve caráter beneficente, com objetivo de arrecadar fundos para o combate à pandemia do novo coronavírus. As doações feitas serão dobradas pelo PicPay.

O desafio foi disputado em mata-mata, com cada partida tendo 15 minutos de duração. Nos casos de empate, a definição foi para os pênaltis. Todo o campeonato foi realizado no simulador de futebol eFootball PES 2020.

Grummy 0 x 1 Davi Melo - A final

Na grande final, Grummy seguiu jogando com o PSG, com o qual venceu as três fases anteriores. Davi Melo, porém, que se classificou nas oitavas, quartas e semifinais (leia mais abaixo sobre a disputa contra o Flamengo de Everton Ribeiro) usando o Palmeiras, teve que mudar. Para colocar um time europeu à altura, o filho de Felipe Melo escolheu um ex-clube do pai: a Juventus de Turim.

Depois de passarem por duas semifinais emocionantes, o primeiro tempo da grande decisão começou menos intenso. Mesmo com as algumas chances isoladas dos dois times, como em cobrança de falta em que Davi Melo usou Dybala para a mandar a bola com perigo para a meta do PSG, a final foi para o intervalo com o 0 a 0 no placar.

Mas o segundo tempo começou melhor. E logo em um dos primeiro lances o placar foi aberto com um golaço de Cristiano Ronaldo para a Juventus de Davi Melo. O PSG teve uma chance na sequência para o empate, mas não conseguiu em lance de Meunier. "Eu não estava contando com esse golaço do CR7", lamentou Grummy.

A partir daí, Davi Melo segurou a bola com inteligência, controlou o jogo, e conseguiu levar o título com o 1 a 0 no placar. Apesar da final menos emocionante, o filho de Felipe Melo garantiu o maior momento de emoção do dia um pouco antes. Veja como foram as semifinais disputadas hoje mais cedo:

Everton Ribeiro 3 (2) x 3 (4) Davi Melo - A "semi dos boleiros"

Os times escolhidos não poderiam ser diferentes. Everton foi de Flamengo, enquanto Davi Melo mandou o Palmeiras a campo. E foi no primeiro lance da partida que saiu o gol rubro-negro, com Arrascaeta. "Nem eu esperava", admitiu o jogador flamenguista após abrir o placar tão cedo.

A reação do filho de Felipe Melo também não demorou. Em um vacilo incrível de Everton Ribeiro, que saiu jogando errado com o goleiro em tiro de meta, Davi usou Luiz Adriano para roubar a bola e empatar o jogo para o Palmeiras pouco depois, no minuto 10.

A intensidade do duelo não parou aí. Em cobrança de escanteio também na sequência, a bola sobrou para Gabigol. E teve gol dele, mesmo o virtual, fazendo 2 a 1 para o Flamengo. O lance seguinte teve uma cobrança de falta para o Palmeiras que Davi Melo mandou na trave.

Na reta final do primeiro tempo, Everton Ribeiro teve a chance de ampliar o placar outra vez com o Gabigol virtual, mas a finalização acabou parando na trave. Ainda houve tempo para outro chute, defendido por Weverton. "Aqui a gente sabia já que o Everton é viciado", brincou Felipe Melo no intervalo.

No começo do segundo tempo, o Flamengo de Everton Ribeiro balançou as redes com Bruno Henrique, mas o lance foi invalidado por uma falta de ataque cometida pelo rubro-negro.

Na sequência, Davi Melo mostrou outra vez habilidade em cobranças de falta. Se no primeiro tempo a chance havia parado na trave, desta vez a bola foi no ângulo, empatando o duelo em 2 a 2. O autor virtual do gol foi Lucas Lima, o mesmo jogador que Davi havia usado nos gols decisivos que o classificaram nas oitavas e nas quartas de final.

"Eu te amo, Lucas Lima", gritou Felipe Melo na comemoração do gol do filho. O zagueiro e volante do Palmeiras fazia a festa também reclamando da arbitragem.

"Ele está pressionando o juiz, já já ele vai dar um pênalti aí", disse Everton Ribeiro. Felipe Melo entrou na zoeira. "Ele vai me mandar o cartão (amarelo) aqui em casa)".

O jogador rubro-negro teve uma falta perigosa pouco depois. "Não dá para mandar o Davi cobrar, não?", brincou Everton Ribeiro. Não dava, mas a cobrança foi no travessão, levando perigo à meta alviverde.

No minuto virtual 84, porém, Everton Ribeiro voltou à frente no placar. Gol de quem? Gabigol. Finalização com classe na frente do goleiro, rasteira, fazendo 3 a 2 para o Flamengo. O jogo parecia definido, mas não estava.

Já nos acréscimos, a zaga flamenguista tirou um cruzamento mandando a bola na direção do gol, quase fazendo contra. Mas o lance rendeu um escanteio no último lance. Davi Melo não desperdiçou. Após cruzamento na área, Zé Rafael cabeceou. A bola foi na trave e bateu no chão, ultrapassando a linha. Festa total de Felipe Melo com o filho em casa. O empate em 3 a 3 levou o duelo para os pênaltis.

"Ele me tirou da lista dos pênaltis", exclamou Felipe Melo ao ver a sequência de batedores alviverdes montada pelo filho. Mesmo assim, o jogador orientava Davi na cobranças. Everton e Davi acertaram suas primeiras batidas. E aí, numa dessas ironias do destino, o Gabigol virtual que tantos gols fez para Everton Ribeiro e outros competidores que usaram o Flamengo no desafio acabou errando a sua cobrança, defendida por Weverton. Zé Rafael colocou o Palmeiras em vantagem.

O goleiro palmeirense defendeu mais um pênalti, e Dudu fez 3 a 1 para o time alviverde. Everton Ribeiro converteu a cobrança seguinte com seu próprio personagem. E, em outra ironia do destino, o Lucas Lima que fez gols em todos os duelos para Davi Melo, também perdeu a sua chance, defendida por Diego Alves. Mas o flamenguista não aproveitou. Filipe Luis mandou a bola para fora. A vaga na decisão foi para o filho de Felipe Melo, que se consolidou como o "rei dos acréscimos".

Grummy 1 (4) x 1 (2) Guilherme Costa - A "semi dos aquáticos"

Grummy manteve a escolha do PSG, time que havia usado para avançar nas duas fases anteriores. Já Guilherme Costa, que se classificou nas oitavas e nas quartas com o Flamengo, desta vez mandou para o game o Liverpool, fazendo um confronto europeu.

E, logo no começo da partida, o time de Guilherme Costa teve um pênalti a seu favor. A cobrança foi convertida por Salah, de cavadinha, no meio do gol, fazendo 1 a 0 para o Liverpool. "Que pênalti foi esse que eu não entendi?", reclamou Grummy.

A reclamação do atleta do polo aquático ganhou força logo na sequência, quando ele marcou o que seria o gol de empate com Cavani, mas a jogada acabou anulada por uma falta cometida pelo atacante na área na origem do lance.

A primeira etapa, apesar de boas chances dos dois times, não teve mais gols. "Já que a gente não pode mudar o que juiz apita, vamos contra ele também", brincou Grummy no intervalo. "Eu acho que está justo", devolveu Guilherme.

No segundo tempo, o jogo continuou muito disputado com boas chances para ambos os times. Mas foi no minuto 75 que Grummy conseguiu empatar o duelo.

Após contra-ataque puxado por Neymar, o atleta do polo aquático apertou o botão do carrinho para evitar que o goleiro do Liverpool bloqueasse o brasileiro. A bola sobrou para Cavani, com o gol vazio, fazer 1 a 1.

Depois disso, a partida perdeu um pouco da intensidade na reta final. A "semi dos aquáticos" foi para os pênaltis. Os dois concorrentes definiram a tática: "tranquilidade". E Guilherme Costa repetiu a cavadinha no meio logo na primeira cobrança, mas agora com Mané. Grummy devolveu chutando no meio do gol também, com Cavani. Mas, na sequência, Salah, que havia feito o gol no tempo normal em cobrança de pênalti, teve a penalidade defendida. Neymar colocou o PSG em vantagem.

Firmino converteu a sua cobrança, mas Mbappé manteve o PSG na frente. Na sequência, uma nova tentativa de cavadinha de Guilherme Costa não funcionou. Grummy estava esperto e deixou o goleiro parado para fazer a defesa. Convertendo a cobrança seguinte, o atleta do polo aquático garantiu a vaga na final para representar o esporte olímpico contra os boleiros no Todos por Um.

O desafio

O "Todos Por Um" tem como objetivo ajudar o combate à pandemia do novo coronavírus. A competição foi transmitida na home page do UOL e nas páginas do UOL Esporte no Facebook e no YouTube. O torneio teve 16 participantes e foi disputado em formato mata-mata.

Falcão, ídolo do futsal brasileiro, é embaixador do torneio e tem apoio da organização G10 das Favelas. Em isolamento social, estrelas do mundo do esporte entraram em ação em um de seus hobbies prediletos para ajudar quem precisa.

Os esportistas se enfrentaram em um campeonato do jogo PES, que simula partidas de futebol, para incentivar os espectadores a realizarem doações a comunidades carentes que sofrem com as consequências da covid-19. Todo valor arrecadado está sendo dobrado pelo PicPay.

Jogos das oitavas de final

11/05, 11h: Cristiane 1 x 5 Renê
11/05, 11h30: Wallace 0 (1) x 0 (2) Grummy
12/05, 12h: Matheus Henrique 1 x 2 Guilherme Costa
13/05, 11h30: Gabriel 0 (3) x 0 (1) Osvaldo
13/05, 12h: Everton Ribeiro 2 x 0 Nenê
14/05, 11h: Andressa 0 x 1 Davi Melo
14/05, 11h30: Vina 2 x 1 Pablo
14/05, 12h: Ferrão 0 x 1 Guga

Duelos das quartas de final

15/05, 11h: Renê 1 x 2 Grummy
15/05, 11h30: Guga 2 x 3 Guilherme Costa
16/05, 11h: Everton Ribeiro 3 x 1 Gabriel
16/05, 11h30: Davi Melo 2 x 1 Vina

Jogos da semifinal

17/05, 11h: Grummy 1 (4) x 1 (2) Guilherme Costa
17/05, 11h30: Everton Ribeiro 3 (2) x 3 (4) Davi Melo

Final

17/05, 12h: Grummy 0 x 1 Davi Melo

Davi Melo é o campeão do desafio "Todos por Um"

Futebol