PUBLICIDADE
Topo

Estão botando o futebol como a coisa mais importante do mundo, diz Pedrinho

O ex-jogador Pedrinho será comentarista do Grupo Globo - reprodução/ESPN Brasil
O ex-jogador Pedrinho será comentarista do Grupo Globo Imagem: reprodução/ESPN Brasil

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/05/2020 15h10

Em meio à pandemia de coronavírus, Internacional e Grêmio voltaram, nesta terça-feira, aos treinamentos e, para o comentarista Pedrinho, este retorno é precipitado. Presente no Seleção SporTV desta tarde (5), o comentarista questionou a pressa na retomada do futebol enquanto o mundo está em 'pane'.

Vale lembrar que, na última quinta-feira (30), o Ministério da Saúde emitiu um parecer dando aval para que o futebol seja retomado no território nacional.

"Por que tem que ter um campeão dentro de campo? Por que o campeonato tem que acabar dentro de campo? Eu não entendo isso. Isso mostra um completo desentendimento do que está acontecendo, as pessoas estão perdendo a noção do que está acontecendo, elas estão botando o futebol como se fosse a coisa mais importante do mundo", questionou o ex-jogador, que seguiu:

"Como é que eu vou trabalhar com o futebol, vendo o futebol voltar, se tem pessoas próximas morrendo? Eu perdi um conhecido, que jogou futebol de salão comigo, de 43 anos. Como é que vive com isso? O mundo está em pane. Acho que a gente está fechando os olhos para algumas situações. O bom senso tem que prevalecer".

Em relação aos protocolos de segurança, Pedrinho concordou com a elaboração dos mesmos, mas acredita que a aplicação deveria ocorrer futuramente:

"Os protocolos têm que ser feitos, modular o retorno, só acho que não têm que ser aplicados agora. Não é o momento. A gente tem que ter muito cuidado com esse retorno. (...) Eu acho que a gente pode estar se precipitando em alguns pontos, sendo que as coisas estão acontecendo bem perto de nós".

Já o apresentador André Rizek comparou a volta das atividades de clubes brasileiros à dos italianos:

"A gente tem o exemplo europeu para mirar. O futebol italiano, que já está numa condição muito diferente da nossa em questão à covid, voltou aos treinos nesta semana. Será que a gente não está se antecipando demais? Se a Itália está voltando hoje, será que é correto? São respostas que eu não tenho neste momento. Eu só espero que a gente esteja fazendo as coisas aqui de um jeito responsável", complementou.

UOL Esporte vê TV