PUBLICIDADE
Topo

Técnico do Arsenal, Mikel Arteta testa positivo para a covid-19

Paul Childs/Reuters
Imagem: Paul Childs/Reuters

Do UOL, em São Paulo

12/03/2020 19h30

O técnico do Arsenal, Mikel Arteta, testou positivo para a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A informação foi divulgada hoje pelo clube londrino em nota oficial. Após o anúncio, os executivos da Premier League marcaram uma reunião de urgência para discutir o futuro da competição.

Segundo o comunicado, jogadores e funcionários da equipe que tiveram contato com Arteta se isolarão de acordo com orientações de autoridades de saúde britânicas. A equipe espera para os próximos dias o retorno às atividades de pessoas que não estiveram próximas do técnico.

"A saúde de nosso pessoal e do público em geral é nossa prioridade e é aí que está nosso foco. Nossos pensamentos estão com Mikel, que está decepcionado, mas de bom humor", afirmou Vinai Venkatesham, diretor administrativo do clube.

"Estamos em diálogo ativo com todas as pessoas relevantes para gerenciar essa situação de forma adequada e estamos ansiosos para voltar a treinar e jogar assim que o conselho médico permitir", acrescentou.

O diretor de futebol do clube, Raul Sanllehi, afirmou ainda que todos "serão totalmente apoiados" na equipe. "Estamos ansiosos para voltar a treinar e jogar assim que a orientação médica permitir. Obviamente, a recuperação total de Mikel é a prioridade agora para todos nós", declarou.

Dois dias antes, o Arsenal e o Manchester City anunciaram o adiamento da partida entre os dois times, que aconteceria ontem, no Etihad Stadium. O motivo foi o diagnóstico positivo para covid-19 em Evangelos Marinakis, proprietário do Olympiacos, que havia sido rival do time londrino no dia 27 de fevereiro pela Liga Europa.

"Recebemos orientação médica e estamos monitorando pessoas que estiveram em contato com ele (Marinakis) no jogo de 13 dias atrás. Como resultado deste exercício, identificamos um número de jogadores que se encontraram com o proprietário do Olympiacos imediatamente após o jogo", informou o Arsenal na nota da última terça-feira.

Hoje, o próprio Arteta explicou que passou por exames após apresentar sintomas. "Isso é realmente decepcionante, mas fiz o teste depois de me sentir mal. Estarei de volta ao trabalho assim que for permitido", explicou ao site oficial do clube.

O Arsenal se prontificou a trabalhar com as autoridades de saúde da Inglaterra em relação às instalações e aos jogadores do clube, assim como em contato direto com a Premier League, a Associação de Futebol da Inglaterra e os clubes.

"É claro que não poderemos jogar alguns jogos nas datas programadas no momento. Atualizaremos os torcedores que tiverem ingressos para os próximos jogos com mais informações o mais rápido possível", acrescentou.

Arsenal