PUBLICIDADE
Topo

Chelsea

Atacante do Chelsea testa positivo para coronavírus e time inteiro se isola

Callum Hudson-Odoi, atacante do Chelsea, foi diagnosticado com covid-19 - HANNAH MCKAY/REUTERS
Callum Hudson-Odoi, atacante do Chelsea, foi diagnosticado com covid-19 Imagem: HANNAH MCKAY/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

12/03/2020 22h42Atualizada em 12/03/2020 23h10

Callum Hudson-Odoi, atacante do Chelsea, foi diagnosticado com covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, segundo anunciado hoje pela equipe inglesa. O jogador, bem como os funcionários do clube que tiveram contato com ele, serão afastados.

O isolamento, ainda de acordo com o Chelsea, valerá para todo o time, comissão técnica e parte dos funcionários. Aqueles que não tiveram contato com Callum devem voltar a trabalhar em breve.

Neste meio tempo, o prédio da equipe masculina no centro de treinamento do clube inglês ficará fechado. O restante das instalações, incluindo o estádio Stamford Bridge, segue funcionando normalmente.

Em nota, o Chelsea informou que o atacante apresentou sintomas semelhantes aos de um resfriado na última segunda-feira (9) e não treinou desde então, como forma de precaução. Apesar de ter sido diagnosticado com o novo coronavírus, Callum está bem e ansioso para voltar a jogar.

O clube ainda se comprometeu a seguir as diretrizes impostas pelo governo e pelas autoridades de saúde pública e discutir os próximos passos com relação aos jogos da Premier League amanhã de manhã.

"Desejamos a Callum uma rápida recuperação e esperamos recebê-lo de volta ao clube em breve", finalizou.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Chelsea