PUBLICIDADE
Topo

Em meio à expectativa por Touré, Autuori busca acertos no time do Botafogo

Técnico Paulo Autuori tem mais uma semana até a estreia do Botafogo na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca - Vitor Silva/BFR
Técnico Paulo Autuori tem mais uma semana até a estreia do Botafogo na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca Imagem: Vitor Silva/BFR

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

23/02/2020 04h00

Enquanto a torcida do Botafogo vive a expectativa de um acerto final com o volante Yaya Touré, o técnico Paulo Autuori busca fazer acertos na equipe, que teve começo de ano com um rendimento abaixo do esperado.

Após conversas que avançaram nos últimos dias, o Alvinegro pode anunciar o marfinense Yaya Touré hoje (23). O alinhamento entre as partes, inclusive, poderia ter sido concluído na última sexta-feira, mas algumas mudanças na pedida do jogador atrasaram o desfecho positivo da negociação.

Touré deve assinar vínculo até o fim de 2021, com um salário em torno de R$ 200 mil, além de participação em vendas de produto que levem seu nome, algo similar ao que acontece com Keisuke Honda.

Enquanto isso, o técnico Paulo Autuori, que chegou para substituir Alberto Valentim, tenta aproveitar os dias de treinamento até o próximo compromisso, no domingo, contra o Boavista, na estreia do time alvinegro na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Após iniciar o Estadual com uma equipe alternativa —para ter mais dias de pré-temporada—, o Botafogo acabou eliminado precocemente na Taça Guanabara e chegou à terceira fase da Copa do Brasil após empates com Caxias do Sul e Náutico. O jogo contra o Timbu, inclusive, foi a estreia do treinador, que havia chegado poucos dias antes.

"Eles me mostraram algumas coisas que a gente tentou orientar. Foi pouco tempo para treino. Temos que trabalhar, e eles trabalharam. Ainda precisamos agregar mais coisas", disse o comandante, à época.

Para o setor de meio de campo, o Botafogo, na última janela de transferência, acertou com os volantes Luiz Otávio e Thiaguinho e com os meias Bruno Nazário, Gabriel Cortez e o japonês Honda.

Botafogo