PUBLICIDADE
Topo

Diretor do Vasco repudia atos racistas e afirma que tomou medidas cabíveis

Jogadores do Vasco acusaram torcida do Oriente Petrolero de racismo - Foto: Rafael Ribeiro/Vasco
Jogadores do Vasco acusaram torcida do Oriente Petrolero de racismo Imagem: Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

20/02/2020 09h23

O Vasco emitiu, na manhã de hoje (20), uma nota oficial em repúdio aos atos de racismo que aconteceram durante a partida contra o Oriente Petrolero, na Bolívia, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. No segundo tempo do duelo, torcedores da equipe da casa se dirigiram aos jogadores reservas do cruz-maltino com palavras e gestos preconceituosos.

De acordo com o diretor executivo de futebol André Mazzuco, a diretoria do Vasco tomou as medidas necessárias sobre o caso e solicitou que o cartão amarelo dado ao zagueiro Ricardo Graça, que reclamou dos atos racistas, seja revisado pela Conmebol.

"Foi um episódio que aconteceu com o Juninho, o Alexander e os atletas que estavam no banco de reservas, de forma geral. A torcida já estava exaltada, hostilizando nossos jogadores, mas se dirigiram ao Juninho com xingamentos e gestos de cunho racista. Todos se manifestaram e o Ricardo recebeu o cartão amarelo. Tomamos os procedimentos cabíveis de relatar diretamente à arbitragem e ao delegado da partida, que registraram o ocorrido. Vamos aguardar a súmula e todos os processos e medidas que precisam ser tomados. Além disso, solicitamos que o cartão amarelo dado ao Ricardo justamente por ele ter se insurgido contra os xingamentos ao Juninho seja revisado", disse Mazzuco, ao site oficial do Vasco.

Segundo apuração do UOL Esporte, os gritos teriam sido iniciados contra o volante Juninho, e se intensificaram quando o goleiro Alexander viu, foi reclamar e também virou alvo.

Ainda na noite de ontem, o clube fez uma postagem em rede social uma nota de repúdio contra o episódio, e ofereceu solidariedade a Alexander.

O empate sem gols classificou a equipe cruz-maltina à segunda fase da competição. Em São Januário, na última semana, os comandados do técnico Abel Braga tinham vencido por 1 a 0, com gol de Germán Cano.

Vasco