PUBLICIDADE
Topo

Vasco segura empate com O. Petrolero, e avança de fase na Sul-Americana

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/02/2020 23h25

Classificação e Jogos

Com a vitória de 1 a 0 em São Januário (RJ) na bagagem, o Vasco conseguiu segurar um empate em 0 a 0 com o Oriente Petrolero, hoje (19) à noite, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e avançou para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

O Cruzmaltino chegou a colocar uma bola no travessão com Talles Magno e criou boas oportunidades, mas esbarrou no bom goleiro Banegas, do time boliviano.

Aos 51 minutos do segundo tempo, no último lance da partida, os vascaínos ainda sofreram uma bola no travessão, para aumentar o drama.

A próxima fase continental ainda terá os chaveamentos e as datas definidas através de sorteio pela Conmebol.

O melhor - Andrey

O jovem volante mantém sua regularidade na temporada e novamente fez uma boa partida, sendo combativo na defesa e organizando boas jogadas no setor ofensivo.

O pior - Marcos Júnior

O volante esteve disperso atuando pela esquerda, perdendo bolas e errando passes. No ataque, também não conseguiu ser efetivo.

Marrony x Banegas

O atacante Marrony e o goleiro Banegas travaram um grande duelo. O arqueiro do time boliviano fez duas grandes defesas em chutes do jogador vascaíno, uma no primeiro e outra no segundo tempo.

Quase um golaço de Talles!

Aos 37 minutos do primeiro tempo, quase Talles Magno anotou uma pintura no estádio Ramón Aguilera Costas. Ele recebeu pela direita na intermediária, cortou para o meio e chutou de canhota caprichosamente. A bola bateu no travessão e parou embaixo do goleiro Banegas.

Chute no rosto preocupou

Dois minutos depois, Talles deixou os vascaínos preocupados ao cair no gramado e receber um chute no rosto após uma dividida involuntária, porém estupida do zagueiro Franco. Após atendimento médico, o atacante voltou para o jogo.

Petrolero chegou com perigo uma vez na etapa inicial

Embora tenha chegado muitas vezes, o Oriente Petrolero assustou somente uma vez no primero tempo, logo aos oito minutos, quando Montenegro recebeu na área, bateu cruzado e Rojas não conseguiu alcançar a bola.

Espaços pela direita

O Vasco cedeu muitos espaços no setor direito do campo de defesa, mais precisamente nas costas do lateral Yago Pikachu e em cima do zagueiro Werley.

Uniforme de árbitro confunde

No primeiro tempo, a camisa do escura do árbitro venezuelano José Argote confundiu com o uniforme negro do Vasco. No segundo tempo ele mudou para uma amarela.

Preocupação com dengue

O surto de dengue que atinge a Bolívia, principalmente a cidade de Santa Cruz de La Sierra, fez com que o Vasco se prevenisse e levasse muitos repelentes. Jogadores, comissão técnica e funcionários utilizaram a todo o momento.

Organizada suspensa no Brasil aparece

Suspensa pelo Ministério Público de todas as praças esportivas do Brasil desde 2014, a organizada Força Jovem estendeu sua faixa no estádio Ramón Aguilera Costas. Por estar em outro país, a torcida esteve livre de punição.

FICHA TÉCNICA:
ORIENTE PETROLERO 0 x 0 VASCO

Local: Ramón Aguilera Costas, Santa Cruz de La Sierra (BOL)
Data e hora: 19/02/2020 (quarta-feira), às 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: José Argote (VEN)
Auxiliares: Jorge Urrego (VEN) e Luis Murillo (VEN)
Cartões amarelos: Andrey, Yago Pikachu, Germán Cano, Ricardo Graça (VAS)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Nenhum

ORIENTE PETROLERO
Banegas, Saucedo, Daniel Franco, Soleto e Carreño (Solíz); Rojas, Pozo, Mercado, Montenegro (Castillo); Oscar Salinas (Zoch) e Marco Bueno.
Técnico: Pablo Sánchez

VASCO
Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castan e Henrique (Alexandre); Andrey, Raul e Marcos Júnior (Bruno Gomes); Marrony (Ribamar), Germán Cano e Talles Magno.
Técnico: Abel Braga

Vasco