PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Jean Pyerre completa quatro meses fora e não tem prazo de retorno no Grêmio

Meia-atacante teve lesão na coxa direita em treino no CT do Grêmio no dia 20 de setembro - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Meia-atacante teve lesão na coxa direita em treino no CT do Grêmio no dia 20 de setembro Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

21/01/2020 04h00

A pré-temporada do Grêmio terminou e Jean Pyerre ainda não voltou a treinar com bola. A recuperação de lesão na coxa direita já leva quatro meses e o meia-atacante segue sem previsão de retorno. O caso é tão palpitante que clube e jogador divulgaram notas oficiais (leia no fim da reportagem) com suas versões sobre a razão para o atual veto dos treinos.

Os textos do Grêmio e do estafe de Jean Pyerre foram divulgados na noite de segunda-feira. A nota do clube diz que o meia voltou pior das férias e a posição do jogador contradiz os médicos gremistas.

Aos 21 anos, Jean Pyerre foi o substituto de Luan ao longo da temporada passada. A lesão, considerada de grau dois (em escala onde três é o estágio mais grave) ocorreu em treino. Em nota, os empresários do jogador afirmam que a primeira avaliação foi revista e o grau mudou para o quadro mais grave.

Segundo apurou o UOL Esporte, Jean Pyerre tem realizado trabalho de fisioterapia em dois turnos. No início da pré-temporada, o jogador chegou a fazer treinos físicos com os demais jogadores. Quando os trabalhos migraram para o campo, ele ficou fora.

Na semana passada, o Grêmio promoveu mudanças no departamento médico. Saul Berdichevski deixou o cargo de diretor médico e a função passou a ser dividida entre três conselheiros do clube gaúcho. É o trio quem deve falar sobre o quadro clínico de Jean Pyerre.

A avaliação mais recente indica que o atleta ainda exige cautela. Exames de imagem mostram que o músculo não está plenamente recuperado e demanda mais algumas semanas de trabalhos especiais. Por isso, não há previsão oficial de retorno.

No final de 2019, Jean Pyerre ouviu que estava praticamente liberado para atuar. Durante as férias, o jogador realizou tratamento de fisioterapia. Pelo Twitter, o meia-atacante do Grêmio lembrou o período longe dos gramados e recebeu apoio e perguntas dos torcedores sobre a data de retorno. Nenhum usuário foi respondido.

O Grêmio estreia amanhã (22) no Campeonato Gaúcho, às 20h, diante do Caxias, na Arena.

Confira nota oficial do Grêmio

O atleta Jean Pyerre sofreu uma lesão muscular extensa da coxa direita no dia 20/09/2019.

Apresentou uma boa recuperação, porém, no final do mês de outubro, os exames de controle de imagem mostraram que a cicatrização ainda não estava completa.

Tendo uma excelente evolução, recebeu alta do Departamento Médico no final do mês de novembro, e iniciou trabalhos de transição com a preparação física.

No retorno das férias, apresentou regressão com alterações cicatriciais e atrofia muscular, além de pequeno edema no exame de imagem. Desde então, vem realizando trabalhos específicos com a fisioterapia e preparação física.

A expectativa é que, brevemente, retornará às suas atividades normais com o grupo principal.

Confira nota oficial de Jean Pyerre

Sobre a recuperação do atleta Jean Pyerre, viemos a público para dirimir algumas informações referentes a esse processo. A lesão na coxa direita ocorrida no dia 20 de setembro de 2019, véspera da partida contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro, inicialmente havia sido divulgada como de grau 2, porém, após novas avaliações e exames, constatou-se que era de grau 3. Medidas médicas já haviam sido tomadas visando a recuperação em um cenário menos grave, porém precisaram ser revistas.

Com as avaliações médicas diárias feitas pelo Departamento Médico do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, o atleta seguiu o tratamento passado pelo clube de maneira rigorosa. 27 dias após se lesionar, Jean Pyerre viajou com a delegação para os jogos contra Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro, e Flamengo, pela Copa Libertadores, na esperança de que ele pudesse ser utilizado no confronto contra os cariocas. No mês de novembro, chegou a realizar sessão de fisioterapia e recuperação em três turnos. Mesmo lesionado, o profissional ia à concentração, em Porto Alegre, com o restante da delegação, para manter o contato próximo com fisioterapeutas e fisiologistas visando dar maior celeridade ao processo.

No dia 29 de novembro, o atleta recebeu liberação do Departamento Médico para realizar sua transição, inclusive realizou corridas no gramado do Centro de Treinamento Presidente Luiz Carvalho. Com incômodos na região, logo foi vetado e voltou a ser resguardado aos cuidados médicos.

Após o término oficial do calendário de jogos da temporada passada, Jean Pyerre seguiu em tratamento no CT gremista por mais uma semana, já no período de férias. Ainda no recesso geral, realizou trabalhos de equilíbrio muscular e procedimentos específicos para a recuperação de uma fibrose desenvolvida na coxa direita.

Com praticamente quatro meses de tratamento, o atleta segue sob responsabilidade do Grêmio e realizando, em dois turnos, procedimentos que visam o equilíbrio muscular e a eliminação dessa fibrose contraída em função da inatividade. Após a solução desses dois pontos, ele estará entregue à comissão técnica para reintegrar o grupo.

Não há um tempo determinado para o retorno do atleta, uma vez que o processo de recuperação passou por alterações durante os últimos 120 dias. A Success Sports e O Clube Football, responsável pela assessoria de comunicação, estão à disposição para qualquer outra informação sobre o caso.

Futebol