Topo

Botafogo não se livra de modo "secador" e ainda aguarda para mirar 2020

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

01/12/2019 04h00

A permanência na Série A do Campeonato Brasileiro é importante para que o Botafogo tenha menos obstáculos para levar à frente o projeto de clube-empresa, uma dos assuntos mais comentados nos bastidores e que gerou grande expectativa na torcida. A derrota para o Internacional, ontem (30), adiou o alívio definitivo do Alvinegro e fez com que o clube de General Severiano permanecesse com o "modo secador" ligado para atingir o "fico" e poder traçar o planejamento para a próxima temporada o quanto antes.

Nesta "batalha", o rival Vasco pode ajudar e abreviar a espera. Uma derrota do Cruzeiro, em São Januário, segunda-feira, faz com que o time do técnico Alberto Valentim encare o Atlético-MG sem mais a sombra de uma possível queda para a Série B. Isso porque, o time celeste até poderia empatar em número de pontos, mas perderia em número de vitórias, primeiro critério de desempate na competição.

O treinador considera o confronto com o Galo como uma nova "final", mas não esconde que também pode ser o jogo em que o Botafogo vai mirar objetivos mais altos ainda dentro do Brasileiro.

"Pensamento antes da oração foi para começarmos já a recuperação para pegar o Atlético-MG. Temos outra final na quarta-feira. Domingo e segunda vamos levar uma preparação normal, se o Cruzeiro for derrotado pelo Vasco vamos esquecer essa zona perigosa e continuar preparação de olho na Sul-Americana", apontou.

A permanência é essencial para evitar entraves no projeto de clube-empresa, uma vez que um possível rebaixamento pode até mesmo inviabilizar o empreendimento.

Como o UOL Esporte no início de novembro, o Botafogo já montou o plano econômico que tornará o futebol do clube independente, mas, no projeto encomendado pelos irmãos Moreira Salles não há menção à possibilidade de o clube disputar a Série B em 2020. O assunto, inclusive, gera tensão, já que os empresários podem não querer colocar dinheiro em um time que não esteja na elite, mesmo com a empreitada sendo a longo prazo.

A ideia é que, com a vaga na primeira divisão do ano que vem assegurada, as coisas possam caminhar com ainda mais clareza para que as respostas esperadas aconteçam o mais rapidamente possível.

Botafogo