Topo

Em ritmo europeu, Flamengo supera campanhas campeãs de Barça, Bayern e Juve

Zagueiro espanhol Pablo Marí, do Flamengo, durante vitória sobre o Fluminense - Thiago Ribeiro/AGIF
Zagueiro espanhol Pablo Marí, do Flamengo, durante vitória sobre o Fluminense Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Lucas Faraldo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/10/2019 04h00

O técnico português Jorge Jesus e o zagueiro espanhol Pablo Marí não são os únicos traços europeus no Flamengo. Também não estamos falando aqui da vasta experiência de Rafinha, Filipe Luís e outros destaques do elenco no Velho Continente. Então vamos lá: com a vitória de ontem (20) sobre o Fluminense, o Rubro-Negro se isolou ainda mais na liderança do Campeonato Brasileiro e atingiu aproveitamento à moda europeia em relação aos atuais de Alemanha, Espanha e Itália, por exemplo.

Com 64 pontos e invicto desde 4 de agosto, o líder Flamengo já alcança 79% de aproveitamento no Brasileirão. A trajetória é tão impressionante que, no momento, supera as campanhas finais de alguns dos vencedores das principais ligas da Europa na última temporada, como Barcelona (76%), Bayern de Munique (76,4%) e Juventus (78,8%).

Das ligas mais populares da Europa, o único campeão europeu de 2018/19 com aproveitamento final superior ao atual do Fla foi o Manchester City (85,9%) na Premier League. Essa marca o Rubro-Negro não pode mais bater. Num cenário de vitórias nas 11 rodadas restantes do Brasileirão, o Flamengo encerraria o torneio com 85,1%, ainda abaixo do time de Pep Guardiola.

Fato é que a campanha flamenguista, ao menos até aqui, é muito fora da curva para os padrões brasileiros. Se mantiver o ritmo atual, baterá com folga o melhor aproveitamento de um campeão nacional da era de pontos corridos com 20 clubes. Tal marca pertence ao Corinthians de Tite, que em 2015 terminou na ponta com 71%.

Também chamam atenção os dez pontos de vantagem que o Flamengo abriu para o Palmeiras após tropeço alviverde no Athletico-PR, contra quem aliás o time de Jorge Jesus venceu semana passada na mesma Arena da Baixada.

Se levadas em consideração todas as edições do Brasileirão já finalizadas na década atual, o Palmeiras de 54 pontos estaria, no mais disputado dos cenários, a apenas cinco pontos do líder ao término da 27ª rodada. Com a pontuação atual, o Verdão seria até mesmo o primeiro colocado em três dessas temporadas, superando, inclusive, suas campanhas em 2016 e no ano passado. Não na de 2019. Longe disso.

Em ritmo europeu, a equipe flamenguista já toma conta do Brasil, e a conquista do título parece questão de tempo. Há quem diga, aliás, que as ligas europeias perdem a graça por sua suposta falta de competitividade no topo. Que sejam ligas de "barbadas". Será que o Flamengo, com toda a graça de seu futebol, acabou tirando a graça deste Brasileirão? Jorge Jesus e sua legião certamente vão dizer que não.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Flamengo