Topo

São Paulo investe alto, ataque patina e Reinaldo pode ser artilheiro do ano

Reinaldo, lateral-esquerdo do São Paulo, comemora com Tchê Tchê o gol de pênalti durante partida contra o Corinthians - Marcello Zambrana/AGIF
Reinaldo, lateral-esquerdo do São Paulo, comemora com Tchê Tchê o gol de pênalti durante partida contra o Corinthians Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

15/10/2019 04h00

O São Paulo pode ter um artilheiro inusitado em 2019. Para reforçar a sua equipe e tentar acabar com o jejum de títulos, o clube investiu pesado em reforços. Na montagem do elenco, o setor ofensivo recebeu atenção especial dos integrantes do departamento de futebol. E assim chegaram, entre outros, Pablo, Alexandre Pato e Raniel. No entanto, quem aparece como forte candidato para fechar a temporada como o principal goleador é o lateral esquerdo Reinaldo.

Se balançar as redes no jogo de amanhã (16), em Belo Horizonte, contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro, o ala vai igualar Pablo como o líder no ranking do São Paulo no ano, com sete gols marcados. Vale destacar que Reinaldo é o cobrador oficial de pênaltis da equipe e, por isso, tem boas chances de deixar a sua marca. Ou seja, caso ele tivesse convertido na penalidade na partida com o Goiás, pelo segundo turno do Nacional, já estaria na ponta da lista.

O rendimento de Reinaldo fez com que o clube lutasse para mantê-lo no elenco. Como publicou o UOL Esporte, ele foi alvo de proposta do Al-Ahli, da Arábia, em agosto. O Tricolor paulista recusou a oferta, apresentou um projeto para a sequência do trabalho e já encaminhou a renovação do contrato do lateral esquerdo. Hoje, ele tem vínculo até o fim de 2020, e deve ampliá-lo por mais uma temporada.

Ainda assim, Reinaldo vive entre dias de glória e de pressão no São Paulo. Apesar de ganhar elogios internos e de ser ovacionado após boas apresentações, como no último clássico com o Corinthians, ele também já foi alvo de críticas de torcedores, como quando o time perdeu do Goiás em pleno Morumbi.

Ataque

O sistema ofensivo do São Paulo sofreu bastante com lesões ao longo deste ano. Alexandre Pato e Pablo desfalcaram o time em diversas oportunidades por estarem vetados pelo departamento médico. Pablo, por exemplo, já precisou ser operado por causa de um cisto na região lombar e teve diagnosticadas uma lesão ligamentar no tornozelo direito e agora um estiramento na coxa direita. Por isso, está descartada a sua participação no duelo de amanhã, com o Cruzeiro.

Para contratá-lo, o São Paulo apresentou uma oferta de 6 milhões de euros (na época R$ 26,5 milhões) ao Athletico. Esse valor será pago ao longo do acordo, que é válido até 31 de dezembro de 2022. A equipe paulista poderá ter de gastar mais 1 milhão de euros, caso algumas metas sejam atingidas.

São Paulo