PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Ex-técnico da Bélgica acusa pai de Courtois de vazar escalações

Thibaut Courtois em ação pela Bélgica durante jogo contra País de Gales - Miguel Medina/AFP
Thibaut Courtois em ação pela Bélgica durante jogo contra País de Gales Imagem: Miguel Medina/AFP

Do UOL, em São Paulo

24/04/2018 10h53

Classificação e Jogos

Demitido do comando da seleção belga em 2016, o técnico Marc Wilmots desconfia da velocidade com que suas escalações eram publicadas durante sua passagem pela equipe nacional. Segundo o treinador, jornalistas afirmaram que Thierry Courtois, pai do goleiro Thibaut Courtois, era o responsável pelo vazamento.

"Eu apenas tenho um problema quando monto minha equipe às 18h, e às 18h15 a escalação já está em redes sociais. Significa que um jogador vazou a escalação. E isso é sério. Chegou para mim de vários jornalistas franceses que o pai de Courtois estava fazendo isso. Significa que você não respeita sua nação", disse Wilmots, em entrevista à emissora "beIN Sports".

"Acho uma pena, porque tenho que esperar até uma hora antes da partida para ter a escalação do adversário. E isso é terrível. O adversário está ganhando tempo. Ele pode preparar o que quiser. Ele sabe de tudo. E isso é realmente um drama", completou.

Procurado para se manifestar sobre o tema, o pai do goleiro belga negou que fosse responsável pelo vazamento.

"Nunca na minha vida eu informei uma escalação para um jornalista. Sei o quanto é delicado ser um jogador ou membro de uma comissão técnica do mais alto nível na Europa. Os companheiros de equipe e jogadores sabem disso. Trabalhamos por muito tempo para ter resultados. Odeio vazamentos", declarou.

Copa 2018