PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Final da Champions leva a campo R$ 3,4 bi; veja quanto cada jogador custou

Mohamed Salah, o craque do Liverpool, custou 42 milhões de euros - Mario Hommes/DeFodi Images via Getty Images
Mohamed Salah, o craque do Liverpool, custou 42 milhões de euros Imagem: Mario Hommes/DeFodi Images via Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

28/05/2022 04h20

A decisão da temporada 2021/22 da Liga dos Campeões da Europa, a competição interclubes mais endinheirada e badalada do planeta, levará a campo o resultado de investimentos que chegaram a 701,9 milhões de euros (R$ 3,4 bilhões).

É essa a quantidade de grana que Liverpool e Real Madrid, os finalistas da vez, gastaram para montar os prováveis times titulares que ficarão frente a frente em busca da taça no Stade de France, a partir das 16h (de Brasília).

Derrotados pelo Manchester City em uma disputa ponto a ponto pelo título inglês na atual temporada, os Reds torraram 411,4 milhões de euros (R$ 2,1 bilhão) para comprar os direitos econômicos de dez dos 11 jogadores preferidos do técnico Jürgen Klopp.

O lateral direito Trent Alexander-Arnold é o único titular da equipe de Anfield que não exigiu nenhum grande investimento, já que nasceu em Liverpool e foi formado nas categorias de base do próprio clube.

Curiosamente, os dois jogadores do time inglês que mais dinheiro custaram são integrantes do seu sistema defensivo. O zagueiro holandês Virgil van Dijk (84,7 milhões de euros, ou R$ 432,9 milhões) e o goleiro brasileiro Alisson (62,5 milhões de euros, ou R$ 319,4 milhões) são também os reforços mais caros de toda a história do clube.

As duas contratações mais onerosas já feitas pelo Real Madrid, que faturou o título espanhol nesta temporada, também fazem parte do elenco atual. Mas, hoje em dia, o belga Eden Hazard (115 milhões de euros, ou R$ 587,9 milhões) e o galês Gareth Bale (101 milhões de euros, ou R$ 516,3 milhões) não passam de reservas para o técnico Carlo Ancelotti.

Até por isso, a equipe merengue que deve encarar a decisão europeia foi construída mediante um investimento consideravelmente menor do que o feito por seu adversário de hoje: "somente" 290,5 milhões de euros (R$ 1,5 bilhão).

Assim como os ingleses, os espanhóis também tiveram de pagar por dez dos 11 jogadores que devem ser escalados na final. A exceção é o zagueiro austríaco David Alaba, que se mudou para Madri no ano passado, logo após o fim do seu contrato com o Bayern de Munique.

A final entre Real Madrid e Liverpool será a mais pesada da história da Liga dos Campeões e levará a campo nada menos que 19 títulos da competição que é o desejo máximo de jogadores, treinadores, dirigentes e torcedores: 13 dos espanhóis e seis dos ingleses.

Esse será o terceiro encontro dos dois clubes na decisão do torneio continental. Em 1981, os Reds venceram por 1 a 0. O troco veio quatro anos atrás, com uma vitória por 3 a 1 dos merengues.

Pelo terceiro ano consecutivo, a partida que distribuirá o título de melhor time de futebol do Velho Continente não será disputada no local inicialmente programado pela Uefa.

Depois de levar as duas últimas finais da Champions para Portugal por conta da pandemia da covid-19, a entidade europeia resolveu tirar o jogo do título desta edição de São Petersburgo como forma de sanção pela invasão da Rússia à Ucrânia.

Com isso, a partida que definirá o sucessor do Chelsea no posto de campeão europeu será realizada em Saint-Denis, nos arredores de Paris (França).

Quanto custaram os titulares do Liverpool?

Alisson (BRA): 62,5 milhões de euros (2018)
Trent Alexander-Arnold (ING): formado na base
Virgil van Dijk (HOL): 84,7 milhões de euros (2018)
Ibrahima Konaté (FRA): 40 milhões de euros (2021)
Andrew Robertson (ESC): 9 milhões de euros (2017)
Fabinho (BRA): 45 milhões de euros (2018)
Thiago (ESP): 22 milhões de euros (2020)
Jordan Henderson (ING): 18 milhões de euros (2011)
Mohamed Salah (EGI): 42 milhões de euros (2017)
Sadio Mané (SNG): 41,2 milhões de euros (2016)
Luis Díaz (COL): 47 milhões de euros (2022)
TOTAL: 411,4 milhões de euros

Quanto custaram os titulares do Real Madrid?

Thibaut Courtois (BEL): 35 milhões de euros (2018)
Dani Carvajal (ESP): 6,5 milhões de euros (2013)
Éder Militão (BRA): 50 milhões de euros (2019)
David Alaba (AUT): fim de contrato (2021)
Ferland Mendy (FRA): 48 milhões de euros (2019)
Casemiro (BRA): 6 milhões de euros (2013)
Toni Kroos (ALE): 25 milhões de euros (2014)
Luka Modric (CRO): 35 milhões de euros (2012)
Federico Valverde (URU): 5 milhões de euros (2016)
Karim Benzema (FRA): 35 milhões de euros (2009)
Vinícius Júnior (BRA): 45 milhões de euros (2018)
TOTAL: 290,5 milhões de euros

Fonte: Transfermarkt