PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Seleção pode entrar em fevereiro como líder do ranking da Fifa; saiba como

O Brasil não ocupa a liderança do ranking da Fifa desde 2017 - MAURO PIMENTEL / AFP
O Brasil não ocupa a liderança do ranking da Fifa desde 2017 Imagem: MAURO PIMENTEL / AFP
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

24/01/2022 04h00

Depois de quatro anos e meio fora do posto de "melhor seleção de futebol do mundo", o Brasil está a duas vitórias de voltar a ocupar a liderança do ranking da Fifa e reivindicar o lugar que historicamente lhe pertence.

Atualmente na segunda colocação da classificação organizada pela entidade que gerencia a modalidade, o time de Tite irá ultrapassar a Bélgica caso derrote Equador, nesta quinta-feira, e Paraguai, na terça da próxima semana.

Os dois compromissos são válidos pela penúltima rodada dupla das eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo. Mas, como o Brasil já carimbou seu passaporte para o Qatar-2022, a briga pelo topo do ranking será sua maior motivação nesta Data Fifa.

Atualmente, apenas dois pontos separam os belgas dos brasileiros (1.828,45, contra 1.826,35). A questão é que os atuais líderes não irão a campo nesta virada de mês. Por isso, continuarão com a mesma pontuação.

Caso vença seus dois próximos jogos, a equipe canarinho deve surgir com 1.835,90 pontos na atualização do ranking que será divulgada pela Fifa no dia 10 de fevereiro. Ou seja, terá tirado a liderança da Bélgica.

Em quase todos os outros cenários, o futebol pentacampeão mundial continuará no segundo posto. Isso só não acontecerá se for derrotado por equatorianos e paraguaios. Nesse caso, o Brasil deve cair para a casa dos 1.785 pontos e ser ultrapassado pela França, outra seleção que não tem compromisso agendado para esta Data Fifa.

O ranking existe desde 1992 e é usado, entre outras coisas, para definir os cabeças de chave dos grupos da Copa do Mundo. Ele passou por sua última transformação drástica em 2018, quando começou a utilizar um sistema de pontuação semelhante ao adotado nas classificações de xadrez.

O Brasil é o país que mais tempo esteve no topo da lista. A seleção pentacampeã mundial foi eleita 12 vezes a equipe do ano pela Fifa e já foi a primeira colocada no ranking em 154 oportunidades. No entanto, sua última aparição como "número um" foi em agosto de 2017.

Responsável pela eliminação do time de Tite na Copa da Rússia, a Bélgica ocupa o posto de melhor equipe nacional do planeta desde outubro de 2018, quando ultrapassou a França, que havia acabado de ser campeã mundial. Desde então, nunca mais saiu do cabeçalho da classificação.

Um total de 13 seleções já estão asseguradas na próxima Copa do Mundo. Além do Qatar, que conseguiu sua vaga por ser país-sede, Alemanha, Dinamarca, Brasil, França, Bélgica, Croácia, Espanha, Sérvia, Inglaterra, Suíça, Holanda e Argentina estão garantidos na competição.

A Copa-2022 será disputada fora do seu período habitual por causa do calor que faz no Oriente Médio no meio do ano. Por isso, começará no dia 21 de novembro e tem a final marcada para 18 de dezembro.

Essa será a última edição do torneio da Fifa com o formato que vem sendo utilizado desde a França-1998. A partir do Mundial seguinte, organizado por Estados Unidos, Canadá e México, serão 48 participantes.

Próximos compromissos da seleção

27/01, às 18h - Equador x Brasil, em Quito (EQU), eliminatórias da Copa
01/02, às 21h30 - Brasil x Paraguai, em Belo Horizonte (MG), eliminatórias da Copa
24/03 - Brasil x Chile, em Salvador (BA), eliminatória da Copa
20/03 - Bolívia x Brasil, em La Paz (BOL), eliminatórias da Copa