PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Conheça o estrangeiro mais caro da história de cada clube brasileiro

Uruguaio Arrascaeta é o jogador estrangeiro mais caro da história do Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Uruguaio Arrascaeta é o jogador estrangeiro mais caro da história do Flamengo Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

26/11/2021 04h20

Para derrotar o Palmeiras, amanhã, em Montevidéu (URU), e conquistar pela segunda vez em três anos o título da Copa Libertadores da América, o Flamengo conta com a criatividade e o poder de decisão de Giorgian de Arrascaeta.

Aos 27 anos (os últimos três dedicados à equipe rubro-negra), o meio-campista uruguaio é um dos principais jogadores do elenco comandado por Renato Gaúcho e tem feito valer o pesado investimento que o clube fez para contratá-lo.

Arrascaeta é simplesmente o jogador estrangeiro mais caro da história do Flamengo. Para tirá-lo do Cruzeiro, foi necessário o pagamento de 14,8 milhões de euros (R$ 92,2 milhões, na cotação atual).

Considerando os atletas de todas as nacionalidades que já vestiram o uniforme rubro-negro em 125 anos, o dono da camisa 14 só fica atrás de Gabigol, que custou 17,5 milhões de euros (R$ 109 milhões).

Já o gringo mais caro que já passou pelo Palmeiras, atual campeão da Libertadores e adversário flamenguista na decisão de amanhã, não faz mais parte do elenco alviverde, ainda que continue com contrato em vigor com o clube.

O posto pertence ao atacante colombiano Miguel Borja, contratado em 2017 do Atlético Nacional por 9,9 milhões de euros (R$ 61,7 milhões). Atualmente, o jogador está emprestado ao Grêmio, que luta para permanecer na primeira divisão do Brasileiro.

Tanto Arrascaeta quanto Borja têm lugar no pódio de reforços estrangeiros mais caros do futebol brasileiro em todos os tempos. Mas, de acordo com o "Transfermarkt", site especializado no Mercado da Bola, nenhum deles é o número um desse ranking.

Quase 17 anos atrás, em janeiro de 2005, o Corinthians pagou o equivalente a 15 milhões de euros (R$ 93,5 milhões) pelo argentino Carlos Tevez, então um jovem astro do Boca Juniors. Segundo a plataforma, nunca mais um clube do futebol pentacampeão mundial gastou tanto dinheiro para ter um jogador nascido em outro país.

Por conta da crise econômica provocada pela pandemia da covid-19, nenhuma das principais equipes brasileiras quebrou seu recorde particular nos últimos dois anos. As marcas mais recentes são de 2019, justamente quando Arrascaeta virou jogador do Flamengo.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo um guia completo para você conhecer o jogador estrangeiro mais caro que já passou pelos 13 clubes mais poderosos do futebol brasileiro.

Os estrangeiros mais caros da história de cada clube

CORINTHIANS: Carlos Tevez (ARG, 2005) - 15 milhões de euros
FLAMENGO: Giorgian de Arrascaeta (URU, 2019) - 14,8 milhões de euros
PALMEIRAS: Miguel Borja (COL, 2017) - 9,9 milhões de euros
INTERNACIONAL: Nico López (URU, 2016) - 9,1 milhões de euros
SÃO PAULO: Claudio Maldonado (CHI, 2000) - 8,5 milhões de euros
SANTOS: Christian Cueva (PER, 2019) - 7 milhões de euros
GRÊMIO: Marcelo Moreno (BOL, 2012) - 6 milhões de euros
ATLÉTICO-MG: Yimmi Chará (COL, 2018) - 5,2 milhões de euros
CRUZEIRO: Juan Pablo Sorín (ARG, 2000) - 5 milhões de euros
ATHLETICO-PR: Morro García (URU, 2011) - 4 milhões de euros
FLUMINENSE: Jefferson Orejuela e Júnior Sornoza (EQU, 2017) - 1,7 milhão de euros
BOTAFOGO: Egidio Arévalo Rios (URU, 2011) - 1,4 milhão de euros
VASCO: Santiago Montoya (ARG, 2013) - 1,1 milhão de euros

Fonte: Transfermarkt