PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

7 ex-jogadores do Flamengo que hoje fazem sucesso no exterior

Vinicius Júnior tem brilhado com a camisa do Real Madrid nesta temporada - REUTERS
Vinicius Júnior tem brilhado com a camisa do Real Madrid nesta temporada Imagem: REUTERS
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

21/10/2021 04h20

O futebol brasileiro é cada vez mais um grande exportador de talentos. Boa parte dos jogadores que chegam aos grandes clubes do país já assinam contrato pensando lá na frente, em uma possível transferência para o exterior.

Por isso, é muito normal que o torcedor das equipes nacionais transforme um atleta em ídolo e continue acompanhando sua carreira depois que ele deixa nossas fronteiras para jogar na Europa ou na Ásia.

Pensando nisso, o "Blog do Rafael Reis" publica desde o mês passado uma seção com os jogadores que vestiram a camisa dos maiores clubes do Brasil e que estão fazendo sucesso em algum canto do planeta.

Desta vez, mostramos sete atletas que defenderam recentemente o Flamengo (alguns com trajetórias de sucesso, e outros nem tanto assim) e que hoje se destacam no cenário do futebol internacional.

VINICIUS JÚNIOR
Atacante
21 anos
Brasileiro
Real Madrid (ESP)

Maior venda da história do Flamengo, o garoto que foi negociado com o Real Madrid por 45 milhões de euros (R$ 290,6 milhões) assim que atingiu a maioridade passou três anos sendo criticado por torcedores e pela imprensa pelos erros nas tomadas de decisão e pela pouca eficiência no ataque. Mas o tempo fez um bem danado a Vinicius Júnior, que tem despontado como o melhor jogador brasileiro na atual temporada europeia. O camisa 20 do Real já tem sete gols e cinco assistências em 11 partidas disputadas depois das férias. Além disso, ocupa a terceira colocação na artilharia do Campeonato Espanhol e teve uma atuação de gala na goleada por 5 a 0 sobre o Shakhtar Donetsk, na última terça-feira (19), pela Liga dos Campeões.

LUCAS PAQUETÁ
Meia-atacante
24 anos
Brasileiro
Lyon (FRA)

Lucas Paquetá, em partida do Campeonato Francês pelo Lyon - Eurasia Sport Images/Getty Images - Eurasia Sport Images/Getty Images
Imagem: Eurasia Sport Images/Getty Images

Assim como aconteceu com Vinicius Júnior, deixou o Rio de Janeiro ainda muito jovem (21 anos) para defender a camisa de um dos clubes mais importantes da Europa e não conseguiu de imediato mostrar todo o futebol que é capaz de produzir. A diferença é que Paquetá precisou mudar de time no Velho Continente para recuperar a confiança e recolocar a carreira nos trilhos. Depois que trocou o Milan pelo Lyon, o meia-atacante não demorou para se tornar um dos melhores jogadores do Campeonato Francês e reconquistar seu lugar cativo na seleção brasileira. Paquetá vem sendo titular da equipe de Tite desde a data-Fifa de junho e é peça importante para o equilíbrio entre ataque e defesa no sistema de jogo proposto pelo treinador.

GERSON
Meia
24 anos
Brasileiro
Olympique de Marselha (FRA)

Gerson, ex-Flamengo, em jogo do Olympique de Marselha - Jonathan Moscrop/Getty Images - Jonathan Moscrop/Getty Images
Imagem: Jonathan Moscrop/Getty Images

Dono do meio-campo do Flamengo nas últimas temporadas e um dos protagonistas das conquistas do bicampeonato brasileiro (2019 e 2020) e da Libertadores-2019, Gerson retornou à Europa no começo desta temporada e ainda está se adaptando ao Olympique de Marselha. Apesar de ainda estar em um início de trabalho, o brasileiro tem sido titular na maioria das partidas da equipe que desponta como provável principal adversária do PSG na França em 2021/22. Essa é a segunda passagem de Gerson pelo futebol do Velho Continente. Entre 2016 e 2019, ele defendeu Roma e Fiorentina, mas não jogou nem metade da bola que gastou com a camisa rubro-negra.

GUSTAVO CUÉLLAR
Volante
29 anos
Colombiano
Al-Hilal (ARA)

Gustavo Cuellar, volante do Al Hilal, jogou pelo Flamengo - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Duas vezes campeão estadual pelo Flamengo (2017 e 2019), o colombiano era um dos nomes mais importantes do time rubro-negro quando aceitou convite para se transferir para a Arábia Saudita, dois anos atrás. Apesar de ter perdido a chance de fazer parte do histórico time de Jorge Jesus que encantou o Brasil, Cuéllar não tem muitos motivos para se arrepender dessa decisão. Além de receber um salário bem mais alto do que tinha no Fla, o volante ganhou dois títulos sauditas e uma edição da Liga dos Campeões da Ásia pelo Al-Hilal. Também se consolidou como jogador da seleção e, caso a Colômbia se classifique para a próxima Copa do Mundo, tem tudo para viajar para o Qatar no fim do próximo ano.

LEANDRO DAMIÃO
Atacante
32 anos
Brasileiro
Kawasaki Frontale (JAP)

Leandro Damião é o vice-artilheiro do Campeonato Japonês - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Reserva durante boa parte da passagem pelo Flamengo, o ex-centroavante da seleção foi campeão estadual em 2017 e permaneceu no clube durante apenas 12 meses. Depois de ver sua carreira entrar em declínio nas últimas temporadas em que jogou no Brasil, Damião conseguiu recolocar a casa em ordem com uma transferência para o Japão. No Kawasaki Frontale desde 2019, ele já faturou cinco títulos e marcou mais de 50 gols. Nesta temporada, é o vice-artilheiro da J-League (com 16 tentos) e está prestes a levantar mais um troféu de campeão japonês. Com o sucesso no Oriente e contrato só até o fim do ano, é bem provável que o atacante retorne a algum time grande do Brasil em janeiro.

HENRIQUE DOURADO
Atacante
32 anos
Brasileiro
Henan Songshan Longmen (CHN)

Henrique Dourado (Henan Songshan Longmen) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Muitas vezes chamado de "artilheiro dos gols de pênalti" por raramente desperdiçar alguma cobrança, o centroavante chegou ao Flamengo, no começo de 2018, badalado por ter sido o goleador do Campeonato Brasileiro do ano anterior, pelo Fluminense. Em uma época em que o clube rubro-negro estava carente de títulos e grandes nomes, Dourado logo caiu nas graças da torcida e foi o jogador que mais balançou as redes adversárias na temporada. No começo de 2019, quando os planos flamenguistas ficaram mais ambiciosos, o centroavante foi vendido para o futebol chinês. Logo no primeiro jogo, sofreu uma grave lesão que o deixou afastado do futebol por sete meses. Após um empréstimo para recuperar a forma no Palmeiras, voltou ao Henan e começou a justificar sua contratação. Nesta temporada, marcou cinco dos 13 gols anotados por seu clube, ou seja, quase 40% do total.

RAFAEL VAZ
Zagueiro
33 anos
Brasileiro
Al-Khor (QAT)

Rafael Vaz (Al-Khor) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Outro jogador que foi importante para o Flamengo em um período em que o clube não tinha muito o que comemorar, o zagueiro sempre chamou mais a atenção pela ótima saída de bola e pela técnica acima do comum para um defensor do que propriamente pelo seu poder de marcação e capacidade de desarmar os adversários. Depois que deixou a Gávea, Rafael Vaz construiu uma carreira bem alternativa, com direito até a uma passagem pelo futebol chileno. No segundo semestre do ano passado, transferiu-se para o Al-Khor, do Qatar. Mesmo jogando em um time que está lutando na parte de baixo da tabela, o brasileiro tem se destacado e marcou três gols nas seis primeiras rodadas do campeonato nacional.