PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Astro do City, De Bruyne foi traído por ex-namorada com parceiro de seleção

Kevin de Bruyne ao lado de ex-namorada que o traiu com Courtois - Divulgação
Kevin de Bruyne ao lado de ex-namorada que o traiu com Courtois Imagem: Divulgação
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

13/05/2021 04h20Atualizada em 13/05/2021 09h34

Finalista da Liga dos Campeões da Europa pela primeira vez na carreira e um dos favoritos ao prêmio de melhor jogador do mundo nesta temporada, Kevin de Bruyne nem parece um astro do primeiro escalão do futebol atual.

O meio-campista belga do Manchester City é avesso a badalações, não costuma ostentar nas redes sociais, pouco participa de propagandas e ações publicitárias, faz questão de preservar sua vida pessoal e quase nunca se envolve em polêmicas ou escândalos.

Mas, mesmo com esse perfil bastante discreto, bem diferente do de Cristiano Ronaldo ou Neymar, por exemplo, o camisa 17 da equipe de Pep Guardiola já teve sua vida amorosa/sexual devassada pela imprensa inglesa.

Em 2014, logo depois de ser negociado pelo Chelsea, curiosamente adversário do City na decisão da Champions na atual temporada, De Bruyne viu uma antiga namorada revelar em entrevista ao tabloide "Daily Mail" que havia traído o meia com um dos companheiros do jogador na seleção belga.

Caroline Lijnen declarou ao jornal que havia tido relações sexuais no ano anterior com o goleiro Thibaut Courtois, atualmente no Real Madrid. Ela disse ainda que "recebeu em uma noite de amor mais do que Kevin proporcionou em três anos de namoro".

De acordo com a ex-companheira de De Bruyne, a traição teria sido uma espécie de "chumbo trocado", já que o meia teria se envolvido com uma de suas melhores amigas enquanto eles estavam namorando.

O caso criou uma celeuma no futebol da Bélgica. De Bruyne e Courtois cortaram relações durante um período e racharam o elenco da seleção. Atualmente, eles conversam normalmente e costumam dizer que possuem uma relação amistosa, sem nenhum ressentimento.

Após o "caso Lijnen", o meia conheceu pelo Twitter sua atual esposa, Michele Lacroix, com quem está casado desde 2016. Eles já têm três filhos juntos: Mason, Sure e Rome.

Principal referência técnica do City, De Bruyne soma nove gols e 17 assistências nesta temporada, que já lhe rendeu dois títulos (Campeonato Inglês e Copa da Liga) e a classificação para a final mais importante da sua trajetória como profissional de futebol.

A decisão da edição 2020/21 da Champions será disputada no próximo dia 29 (sábado), no estádio do Dragão, no Porto (POR). Originalmente, a partida seria jogada em Istambul, mas, assim como no ano passado, a sede teve de ser alterada por causa da pandemia de covid-19.

Em Portugal, o jogo que decidirá o campeão europeu desta temporada poderá contar com a presença de público (ainda que reduzido). Doze mil ingressos serão colocados à venda, seis mil para torcedores de cada time.

Essa será a terceira final 100% inglesa na história da competição. Em 2008, o Chelsea foi derrotado nos pênaltis pelo Manchester United após empate por 1 a 1 com a bola rolando. Duas temporadas atrás, o Liverpool se sagrou campeão europeu com uma vitória por 2 a 0 sobre o Tottenham.

O torneio teve outras cinco decisões entre clubes do mesmo país: três espanholas (todas vencidas pelo Real Madrid, em 2000, 2014 e 2016), uma italiana (Milan 0 x 0 Juventus, em 2003, com triunfo rossonero nos pênaltis) e uma alemã (Bayern de Munique 2 x 1 Borussia Dortmund, em 2013).