PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

7 reforços brasileiros para seu time buscar em Portugal nos próximos meses

Em baixa no Benfica, Pedrinho poderia retornar ao Brasil por empréstimo no 2º semestre - Gualter Fatia/Getty Images
Em baixa no Benfica, Pedrinho poderia retornar ao Brasil por empréstimo no 2º semestre Imagem: Gualter Fatia/Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

22/04/2021 04h00

Portugal é o principal parceiro comercial do futebol brasileiro. Todos os anos, centenas de atletas nascidos no país pentacampeão mundial aproveitam a conexão histórica entre as duas nações para entrar no Velho Continente por meio das portas lusas.

Só que esse mercado tem mão dupla. Não que jogadores portugueses venham ao Brasil com frequência. Realmente, isso quase não acontece. No entanto, muitos dos nomes tupiniquins que vão tentar a sorte na nossa antiga metrópole acabam de lá voltando depois de algum tempo.

Por isso, o "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo sete opções interessantes de reforços para os clubes brasileiros que estão "dando mole" em Portugal e podem ser contratadas (em definitivo ou por empréstimo) já nos próximos meses.

PEDRINHO
Meia-atacante
23 anos
Benfica (POR)

Uma das principais revelações das categorias de base do Corinthians nos últimos anos, o meia-atacante tem tido uma temporada de estreia na Europa bem abaixo daquilo que ele imaginava. Contratado pelo Benfica antes do anúncio de que Jorge Jesus seria o técnico, Pedrinho está longe de ser um dos homens de confiança do comandante. Em 27 rodadas do Campeonato Português, o jogador só recebeu duas oportunidades na equipe titular. E, na soma de todas as competições, marcou apenas um gol e deu quatro assistências. Devido ao alto investimento feito pelo Benfica no ano passado (18 milhões de euros, ou R$ 120 milhões), nenhum clube brasileiro se arriscaria a comprar os direitos econômicos de Pedrinho neste momento. Mas uma proposta de empréstimo é uma hipótese que pode agradar à equipe lisboeta e também aos agentes do meia-atacante.

FELIPE ANDERSON
Meia-atacante
28 anos
Porto (POR)

Felipe Anderson já esteve em alta na Europa, mas agora é um "reforço possível" para times brasileiros - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Até pouco tempo atrás, não era um reforço para o bico dos clubes brasileiros. Mas a versão 2020/21 de Felipe Anderson está longe de ser aquela que brilhou na Lazio, destacou-se no Campeonato Inglês e chegou a entrar na mira de clubes do porte do Manchester United. Emprestado pelo West Ham ao Porto, o brasileiro não conseguiu virar titular, anda esquecido em Portugal e não disputa uma partida oficial desde fevereiro. A falta de jogos fez o meia-atacante perder espaço no Mercado da Bola internacional, o que abre a possibilidade de algum clube brasileiro se arriscar a repatriá-lo.

RENAN RIBEIRO
Goleiro
31 anos
Sporting (POR)

Renan Ribeiro, durante jogo do Sporting - Carlos Rodrigues/Getty Images - Carlos Rodrigues/Getty Images
Imagem: Carlos Rodrigues/Getty Images

Ex-São Paulo e Atlético-MG, o goleiro está prestes a conquistar o título mais importante de sua carreira, o do Campeonato Português. O problema é que Renan Ribeiro só faz parte do elenco do Sporting, mas não disputou sequer uma partida desta temporada. O brasileiro era titular da equipe alviverde até a primeira metade de 2019/20, mas acabou perdendo a posição para o prata da casa Luís Maximiano e, depois da chegada do veterano espanhol Antonio Adán, virou a terceira opção para o setor. Sem jogar há um ano e cinco meses, o goleiro vem tentando negociar com a diretoria do Sporting a rescisão do seu contrato que termina só em 2023. Recentemente, foi apontado como candidato a reforço de Grêmio e Vasco para a sequência da temporada aqui no Brasil.

GABRIEL
Volante
27 anos
Benfica (POR)

Volante brasileiro Gabriel, do Benfica - Divulgação / Benfica - Divulgação / Benfica
Imagem: Divulgação / Benfica

Peça importante do elenco do Benfica antes da chegada de Jorge Jesus, o brasileiro acabou perdendo espaço no time depois da contratação do ex-técnico do Flamengo. Com JJ, Gabriel passou a frequentar cada vez mais o banco de reservas. A última vez que ele foi escalado como titular em uma partida do Campeonato Português já completou dois meses. Por isso, a imprensa lusa já trata como inevitável a saída do meio-campista na próxima janela de transferências. Gabriel até tem mercado em clubes menores de Espanha e Itália, onde já jogou anteriormente. Mas o salto capaz de transformar sua carreira seria mesmo vir para o Brasil, onde teria totais condições de se destacar em um time de primeiro escalão e levantar troféus bem importantes.

EVANILSON
Atacante
21 anos
Porto (POR)

Evanilson com a camisa do Porto - Reprodução / Twitter - Reprodução / Twitter
Imagem: Reprodução / Twitter

Destaque do Fluminense no ano passado, o jovem centroavante vive uma situação semelhante à de Pedrinho em Portugal. Terceira ou até quarta opção do técnico Sérgio Conceição para o comando de ataque, Evanílson só marcou quatro gols pelo Porto até o momento e chegou até a ser rebaixado para a equipe B para não ficar completamente sem ritmo de jogo. Por ser muito novo e relativamente caro (custou quase 9 milhões de euros, ou R$ 60 milhões), o camisa 30 dificilmente seria vendido a alguma equipe brasileira na próxima janela de transferências. No entanto, um empréstimo para ganhar mais experiência antes de retornar ao estádio do Dragão poderia ser muito bem-vindo.

CARLOS
Meia-atacante
25 anos
Santa Clara (POR)

Carlos (Santa Clara) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Cria do Atlético-MG, o meia-atacante também defendeu Internacional e Paraná antes de se transferir para o futebol português, no começo de 2019. Dois anos e meio depois, tornou-se o principal jogador brasileiro de ataque nesta temporada no país de Cristiano Ronaldo. Com dez gols marcados e quatro assistências dadas, Carlos é responsável direto por mais de 40% dos tentos anotados pelo modesto Santa Clara na primeira divisão lusa. Como defende uma equipe de poucos recursos financeiros, só agora começou a se destacar na Europa e não tem um salário muito alto, contratá-lo não é uma missão das mais difíceis. Carlos não é um reforço cujo nome vai encher os olhos dos torcedores, mas pode ser bem eficiente dentro de campo.

WILLYAN ROCHA
Zagueiro
26 anos
Portimonense (POR)

Wyllian Rocha (Portimonense) - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Apesar de atuar em um time pouco tradicional e que já está todo feliz por ocupar um lugar no meio da tabela, o brasileiro é, de acordo com o "WhoScored?", site que transforma estatísticas em notas que medem o desempenho dos jogadores, o segundo melhor zagueiro do futebol português nesta temporada. Willyan Rocha foi formado no Flamengo, passou pelo time B do Grêmio e se mudou para a Europa em 2017. Dois anos atrás, assinou com o Portimonense, onde se transformou no protagonista do sistema defensivo. O zagueiro dificilmente seria contratado por um clube que briga pelos títulos mais importantes no Brasil, mas poderia ser um reforço interessante para equipes menos ambiciosas nesta temporada.