PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Quem é o atacante que bateu Romário e tem mais gols que Lewandowski no ano?

Giakoumakis, do VVV-Venlo, já fez 13 gols em 2021 - Divulgação
Giakoumakis, do VVV-Venlo, já fez 13 gols em 2021 Imagem: Divulgação
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

25/02/2021 04h00

Se você fizer uma enquete perguntando quem é o melhor centroavante do futebol mundial na atualidade, é provável que mais de 90% das respostas citem o mesmo nome: Robert Lewandowski.

Mas, apesar de ter se tornado praticamente uma unanimidade nos últimos meses, o centroavante polonês do Bayern de Munique não é o maior artilheiro da Europa neste começo de ano.

Apesar de ter balançado as redes 12 vezes nos primeiros 55 dias de 2021, o vencedor da mais recente edição do prêmio de melhor jogador do mundo está perdendo essa corrida para um grego que custou apenas 200 mil euros (R$ 1,3 milhão) e que até novembro passado nem sequer havia sido convocado por sua seleção.

Georgios Giakoumakis defende o modesto VVV-Venlo. Mesmo assim, ocupa a artilharia do Campeonato Holandês. O grego tem 22 gols em 22 rodadas, oito a mais que o segundo maior goleador, Donyell Malen, do PSV Eindhoven.

Só neste ano, o atacante já meteu 13 bolas nas redes adversárias e conseguiu dois pôqueres (um feito raro no futebol, que equivale a marcar quatro gols em uma única partida): contra ADO Den Haad e Vitesse.

Apesar de já ter 26 anos e uma década de carreira como profissional, o camisa 11 era um completo desconhecido no cenário internacional até alguns poucos meses atrás. Ele até já foi jogador do AEK Atenas, um dos times mais importantes do seu país natal, mas passou a maior parte do tempo do seu contrato emprestado a equipes menores.

O pouco sucesso na Grécia explica por que o VVV-Venlo não precisou gastar muito para contratá-lo. Hoje, o time holandês já admite que não pensa em negociar sua nova estrela a menos que receba uma oferta pelo menos 15 ou 20 vezes maior que o preço da compra.

Isso porque Giakoumakis tem demolido recordes na Holanda. Desde 1957, um jogador não marcava 21 vezes em suas primeiras 20 apresentações no campeonato nacional. Nem o brasileiro Romário (19 tentos) conseguiu atingir essa meta, mas o grego sim.

A ótima fase levou o atacante a ser convocado pela primeira vez para a seleção principal. Em novembro, ele já estreou como titular da Grécia e, de quebra, fez o gol que definiu a vitória por 2 a 1 no amistoso contra o Chipre.

Com tudo isso, não será surpresa se na próxima janela de transferências, o atacante aparecer como reforço de algum dos maiores clubes da Holanda ou mesmo em uma liga nacional mais expressiva. Afinal, poucos são os que podem se orgulhar de fazer mais gols que Lewandowski.

Graças aos gols de Giakoumakis, o VVV-Venlo, que só disputou a primeira divisão em dez das últimas 30 temporadas na Holanda, tem conseguido se manter novamente fora da zona de rebaixamento.

A equipe do artilheiro grego ocupa a 14ª colocação da Eredivisie. Com 22 pontos ganhos, tem nove de vantagem para o Willem II, primeiro time dentro do grupo do descenso, e sábado enfrenta o Vitesse.

Último campeão holandês, o Ajax, dos brasileiros Antony e David Neres, está outra vez no topo da classificação. Derrotado apenas duas vezes em 22 partidas, soma até o momento 56 pontos, seis a mais que o PSV, vice-líder.