PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Pole Position


Verstappen aposta em estratégia diferente e diz não ter "nada a perder"

Max Verstappen, da Red Bull, durante sessão sem público na Áustria - Getty Images/Red Bull
Max Verstappen, da Red Bull, durante sessão sem público na Áustria Imagem: Getty Images/Red Bull
Julianne Cerasoli

Fã de Fórmula 1 desde a infância, Julianne Cerasoli nasceu em Bragança Paulista (SP) e hoje vive em Londres (Inglaterra). Atua como jornalista desde 2004, tendo trabalhado com diversos tipos de mídia ao longo dos anos, sempre como repórter esportiva e com passagem como editora de esportes do jornal Correio Popular, em Campinas (SP). Cobrindo corridas in loco na Fórmula 1 desde 2011, começou pelo site especializado TotalRace e passou a colaborar para o UOL Esporte em 2015, e para sites e revistas internacionais. No rádio, é a repórter de Fórmula 1 da Sistema Bandeirantes de Rádio desde 2017, e também faz participações regulares no canal Boteco F1, o maior dedicado à categoria no YouTube. Em 2019, Julianne criou o projeto No Paddock da F1 com a Ju, na plataforma Catarse, em que busca aproximar os fãs da Fórmula 1 por meio de conteúdo on demand e podcast exclusivo com personagens da categoria. Neste espaço: Única cobertura in loco de toda a temporada da Fórmula 1 na mídia brasileira, com informações de bastidores, entrevistas exclusivas, análises técnicas e uma pitada de viagens.

Colunista do UOL

04/07/2020 11h36

Vencedor das últimas duas edições do GP da Áustria, Max Verstappen sequer ameaçou as Mercedes na classificação para a primeira corrida do ano. Mas acredita que a escolha de uma estratégia diferente pode colocá-lo de volta na pista na corrida que tem largada às 10h10 da manhã deste domingo.

O holandês obteve a terceira posição no grid, que tem Valtteri Bottas em primeiro e Lewis Hamilton em segundo. Mas a diferença de tempo para os dois superou meio segundo, algo bastante considerável para uma volta tão curta como a do circuito da Áustria. Mesmo assim, ele aposta na estratégia de largar com um pneu mais durável para reverter esse quadro.

"Estou feliz primeiramente pela terceira posição e por estar largando com um pneu diferente. Estará mais quente amanhã, então acho que isso pode acabar sendo uma vantagem para a gente. Na classificação, claramente a Mercedes estava em outro nível, mas veremos o que podemos fazer na corrida", disse Verstappen.

A opção pela estratégia diferente foi feita na segunda parte da classificação, quando ele fez sua melhor volta usando o composto médio, que é teoricamente mais lento, porém mais durável. A regra determina que os pilotos do top 10 têm de largar com o pneu com que fizeram essa parte da classificação. Os pilotos da Mercedes optaram pelos pneus macios.

"Ano passado, também não fomos tão bem na classificação", lembrou Verstappen, que largou em terceiro para vencer em 2019. "Então espero que sejamos melhores na corrida novamente. E sou o único com essa estratégia diferente. Não temos nada a perder. Vamos tornar a vida deles o mais difícil possível."

Pole Position