PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Bicampeão olímpico fica fora de Tóquio após tentar afogar adversário

Alistar Brownlee, triatleta bicampeão olímpico - Reprodução/Instagram
Alistar Brownlee, triatleta bicampeão olímpico Imagem: Reprodução/Instagram
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

07/06/2021 13h59

Atual bicampeão olímpico do triatlo, Alistar Brownlee está fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio e não poderá buscar o tricampeonato. O astro britânico perdeu a última chance de ir ao Japão ao ser desclassificado da etapa da World Series disputada na cidade dele, Leeds (Inglaterra), por tentar afogar um adversário.

Pelas redes sociais, Alistar negou que tenha feito de propósito, mas um vídeo da transmissão da prova de natação mostra o momento em que o britânico para de nadar e usa a mão direita para empurrar para baixo o rival que nadava ao seu lado.

Pelo Twitter, depois, disse que está se aposentando do triatlo olímpico. "Não era assim que eu queria que minha última prova da World Series acontecesse. Lutei contra uma lesão no tornozelo por três meses e fiz todo o possível para melhorar e ficar em forma para competir. Eu sabia que precisava de muita sorte hoje e não era para ser. Acho que a Grã-Bretanha tem um ótimo time indo para a Olimpíada e desejo tudo de bom para eles", afirmou.

Aos 33 anos, o bicampeão olímpico está fora de Tóquio, mas a Grã-Bretanha será representada por seu irmão mais novo, Jonathan Brownlee, prata no Rio e bronze em Londres. Os dois, que ganharam fama mundial ao completarem juntos uma prova em 2016, com Alistar carregando o irmão na linha de chegada, vão se dedicar a provas mais longas a partir do ano que vem, competindo no Ironman.

A Grã-Bretanha tem direito a duas vagas em Tóquio e Alistar travava uma disputa direta com o jovem Alex Yee, de 23 anos, que venceu a etapa de Leeds, ontem, e lidera o ranking mundial.