PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Palmeiras e Puma encaminham renovação, para a frustração dos racistas

Nova campanha feita pela Puma para lançar uniforme do Palmeiras sofreu ataques racistas - Divulgação/Palmeiras
Nova campanha feita pela Puma para lançar uniforme do Palmeiras sofreu ataques racistas Imagem: Divulgação/Palmeiras
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

24/02/2021 10h23

Palmeiras e Puma encaminharam a renovação do contrato de fornecimento de material esportivo por mais três anos, de acordo com apuração do blog. O vínculo atual termina em 2021 e será prorrogado até o fim de 2024 quando a assinatura for feita.

O acordo inclui não só o lançamento de novos modelos de jogo e roupas casuais, mas também a renovação do pagamento por metas e títulos conquistados, como aconteceu no caso do Paulista e da Libertadores.

As duas partes já mantêm conversas há um tempo, até porque esse tipo de negociação exige antecedência. Para se ter uma ideia, o lançamento do uniforme para esta temporada foi feito ontem (23), mas os uniformes para o próximo ano já estão sendo discutidos e aprovados não só no Brasil, mas na matriz da empresa alemã antes de ser fabricado.

VEJA TAMBÉM: Palmeiras aguarda sinal de Borré para avançar e descarta pagamento ao River

A renovação frustra um grupo de racistas que se revelaram nas redes sociais durante esta semana. Vários comentários foram feitos em respostas ao perfil do clube e da marca, citando o fato de a campanha usar modelos negros. O tema foi alvo de um debate interno e terminou em um manifesto.

A Puma tem usado a força que tem junto com o Palmeiras para tocar em diversos pontos cruciais da sociedade atual, chamando a atenção para a importância da diversidade, sempre pregando que o Alviverde é um time de todos e isso inclui sexo, raça, trabalho, credo religioso e convicções políticas. Esse tipo de consciência social enfrenta resistência dos mais tradicionais que seguem achando que o Palestra se resume a um reduto de italianos.

Depois de ganhar diversos prêmios com sua primeira campanha em 2019, com o famoso slogan "Verde é a Cor da Inveja", a Puma já havia introduzido o tema em 2020 com "Uma Camisa com História", em um manifesto com palmeirenses de todos os cantos do país, para reforçar que o Palmeiras é de todos.

Em ambos os casos, o rapper negro Rincón Sapiência teve participação de protagonista, reforçando a ideia de diversidade que continuará nos próximos anos. Para o desespero dos racistas.

LEIA MAIS: WTorre fala sobre possível venda da operação do Allianz Parque